Quarta-feira, 21 de Maio de 2008

MEDO OU RISCO?

Por: Alfredo Nobre

 

Não tens medo de andar de moto?

 

Quantas vezes somos confrontados com esta pergunta? Muitas dessas vezes proveniente de alguns que como nós, sonham um dia poder trocar os coletes-de-forças que a vida lhes vestiu, pelo colete de motociclista e partir em busca de liberdade, de emoção e de sentido para a sua existência.

A minha resposta divide-se em dois factores distintos. Se a pergunta tem a ver com o “medo técnico” daquilo que é um motociclo, claro que sim! Há sempre um medo que devemos reconhecer e com o qual temos que lidar, e que se prende mais com a possibilidade da existência de algum problema mecânico, técnico ou humano que possa desencadear uma situação de perigo para a integridade fisica do praticante de motociclismo. A este medo eu preferiria chamar de “Risco”. O risco é uma constante da vida (assim como o sonho), acompanha-nos permanentemente desde que nascemos, seja qual for a situação em que nos encontremos, a condição que tenhamos, a actividade que desempenhemos, o desporto que se pratique, etc. É inevitável e nada podemos fazer para nos livrarmos desse estigma, senão tentar prevêr situações de perigo, aplicando técnicas e meios de segurança para tentar minorar e evitar acidentes graves.

Do risco, porque sei que pouco posso fazer quanto a isso, não tenho “medo”

O meu medo dirige-se mais para o ser humano. Esse sim faz-me temer com razão e preocupação. Dos homens tenho medo da sua desumanidade que leva ao extermínio de milhões de outros irmãos, como em Aushwitz, Sibéria, ou na Somália, no Uganda ou no Burundi.

Tenho medo da sua avareza, que deixa milhões morrer à fome enquanto se passeia em belos iates de luxo, apenas por prazer de ostentação. Tenho medo do pouco cuidado que tem com o planeta, destruindo outros seres e consequentemente a vida de outras gerações futuras. Tenho medo da sua “astúcia” politica ou ideológica que leva quantas vezes à destruição espiritual de tantos milhões de homens como assistimos no passado nas cruzadas, na palestina, na Irlanda ou hoje em qualquer seita espalhada pelo planeta. Tenho medo das suas estratégias financeiras que conduzem à pobreza generalizada no planeta. Tenho medo de PAC’s (Politicas Agrícolas Comuns) que conduzem as sociedades desenvolvidas ao bizarro do enriquecimento sem produção e as subdesenvolvidas à incapacidade de concorrer lealmente com as anteriores, conduzindo a humanidade para (coisa que já se esperava) uma crise alimentar nos limiares do século XXI. Tenho, portanto, também medo da fome porque é legítimo ter medo da fome.

Tenho medo daqueles que depois de obterem lucros materiais astronómicos, continuam a intimidar o mundo apenas porque se chatearam com o “amigo” árabe ou com o “inimigo” sul-americano e não acertam o preço do petróleo apenas porque as suas (de todos) mentes, e sobretudo os seus corações, não estão abertos ao prejuízo que isso causa a milhões de homens na Terra. Tenho medo de religiões e de seitas que em nome de Deus (invocando o Seu Santo Nome) conduzem nações inteiras à cegueira, ao fundamentalismo, ao fanatismo e à prática contra-natura. Podem esses homens falar em nome de Deus mais do que qualquer outro? Será que Deus necessita mesmo desses pseudo embaixadores para se fazer ouvir? Sabemos bem, quantas vezes o preço que se paga por dar ouvidos a esses aleivosos é o de catástrofes humanas de dimensões incomensuráveis como no caso da Santa Inquisição ou do fundamentalismo Islâmico, da intoler^ncia Judia. Tenho medo de Pearl Harbor e também de Nagasáki e Yhiroshima, de Guantanamo e de Havana. De Bruxelas e de Pequim e Washingtown, dos políticos da minha aldeia e dos do meu pais, dos da esquerda e dos da direita. Tenho medo do desemprego e trabalho com medo, tenho medo…confesso às vezes até de dizer (ou escrever isto que sinto e penso) porque, já nem sei se não seria melhor vasculhar por ai algo que falasse por mim em vez de por mim pensar…

Tenho medo das armas nucleares com que ameaçam constantemente a minha vida os meus bens e vida e os bens de milhares. Tenho medo dos dissimulados que professam uma teoria e praticam a contrária. Tenho medo dos falsos profetas, dos falsos ideólogos, dos falsos, sábios, dos falsos gurus, dos falsos filósofos…

Tenho medo dos homens, não dos HOMENS, tenho às vezes medo até de mim, mas medo de andar de moto…não, não tenho, pelo menos enquanto alguns inergumenos me deixarem andar, porque as motos, afinal, podem até matar, admito…mas magoar, isso nunca magoam!

Alfredo Nobre, membro DOG

tags:

publicado por Cavalo Alado às 00:05
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De silvia a 21 de Maio de 2008 às 13:39
tens muitos e bons posts... mas de todos aqueles que li este realmente mexeu comigo! É mesmo isso.. ter medo até de nós mesmos!! Este texto saiu mesmo do teu fundo.


De silvia a 21 de Maio de 2008 às 13:46
este post está muito bom mesmo!!! há que ter medo de nós mesmos.......


Comentar post


Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


CALENDARIO DE EVENTOS

BLACK SABBATH 1ª Parte

BLACK SABBATH 2ª Parte

CALENDÁRIO DE EVENTOS

FREEBIRD

CALENDÁRIO DE EVENTOS

MISSA

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ESTAMOS DE LUTO

CONCENTRAÇÃO FARO 2011

ambiente(4)

as dez melhores motos de sempre(10)

biker lady accessories(1)

breve história dos motociclos(6)

calendário(103)

campeões de motociclismo(2)

cavalo alado saloon(4)

cavalo de ferro (opinião)(10)

choque(1)

choque!(6)

comemorações(23)

concentrações(11)

dakar teck(17)

destinos(2)

ética(10)

galeria de arte(11)

gastronomia e culinária(11)

histórias de motociclistas(17)

humor(23)

jogos(2)

legislação(5)

lendas do motociclismo(7)

lêr(10)

lisboa-dakar 2008(2)

loja das motos do cavalo alado(3)

luis torres 006(11)

marcas(35)

mecânica(5)

modalidades(1)

modelos(18)

moto gp 2007(30)

moto gp 2008-equipas e pilotos(8)

moto gp 2008-provas(16)

o grupo dog(2)

opinião(42)

os anjos(2)

os nossos panos(12)

ouvir(29)

poesia(22)

r.i.p.(2)

recados(132)

sabia que...(9)

segurânça(16)

spain tour(4)

tipos de motos(6)

vêr(22)

todas as tags

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Weather Forecast | Weather Maps