Quarta-feira, 20 de Agosto de 2008

O PERDÃO

 

 

Por: Alfredo Nobre

 

 

O PERDÃO

 

José tinha apenas dezassete anos quando os seus irmãos, friamente, o venderam como escravo. Separado da sua família e do seu país, José atingiu a posição de supervisor da casa de Potifar, o seu senhor egípcio. Mas o infortúnio atingiu-o novamente. José recusou os avanços sexuais da esposa de Potifar e ela acusou-o falsamente de a assediar. José foi preso mais uma vez mas depressa se tornaria o supervisor de todos os outros presos. José foi mantido prisioneiro durante mais dois anos. Mais tarde o Faraó teve sonhos perturbadores e cansado das falsas interpretações dos adivinhos oficiais, dá a oportunidade a José de demonstrar os seus talentos. José interpreta e profetiza o significado dos sonhos do Grande Faraó e cai nas boas graças deste, chegando a assumir o grande cargo de número dois do Reino, sendo o responsável pelo aprovisionamento de cereais em todo o Egipto. Ironias… com a escassez de viveres, os irmãos de José deslocam-se ao Egipto negociando em condições desfavoráveis a compra de alimentos. José sem se revelar, apercebe-se que são os mesmos que o haviam vendido como escravo, mas ao invés de despertar em si a vingança, apercebendo-se do arrependimento dos irmãos, perdoa-lhes e recebe-os com lágrimas e afecto.
 
(Adaptado da Bíblia em: Génesis 45:1-15).
 
 
Caros AMIGOS, Gostaria esta semana de partilhar convosco, neste momento semanal mais intimo em que me sento aqui em frente a este teclado e vou revendo tudo aquilo que me fica sempre, daquilo que se vai passando connosco, com todos os motociclistas.
Muitas vezes assumo aqui, penso, compreensivelmente e legitimamente, a defesa do meu Grupo, das nossas ideias, das nossas convicções, da nossa forma de estar e de sentir. Faço-o sempre com o máximo de sentido da responsabilidade, motivada pelo facto de ser o mais antigo membro do grupo Motociclista DOG. Todavia neste espaço das crónicas da Quarta Fera o que está em causa são as minhas opiniões pessoais e não a posição oficial do Grupo DOG, lembrando mais uma vez que este espaço se encontra aberto a todos aqueles que sintam a necessidade de partilhar com todos nós alguma opinião, história, desabafo…enfim, algo que pertença ao mundo das duas rodas e que possa eventualmente ser útil a todos os motociclistas. Apenas entendemos que se deva "dar a cara” e assinar os seus conteúdos.
Mas como, mais uma quarta feira chegou e mais uma vez não temos matéria para publicar nesta tribuna que não vinda desta minha pobre cabeça, aqui vai uma crónica que para mim pessoalmente acho ser desde já algum tempo devida a todos vós em geral e a alguns em espeial, por isso o tema de hoje será apenas o do PERDÃO!
Esta palavra forte apenas sobrevive quando suportada pela consciente interpretação do seu significado. Assim, julgo ser importante desde já deixar bem claro de que o Perdão é algo para ser utilizado. Melhor, deve ser utilizado nos dois sentidos, sempre exigido o seu pedido quando se está convicto de uma extrema razão e quando os prejuízos directos ou indirectos são consideráveis e visíveis. Deve ser pedido também quando se dá conta de que se podem ter causado alguns danos a alguém, tudo isto sempre sem complexos nem sentimentos de superioridade ou inferioridade, porque de resto se assim não for, de nada serve exigir o pedido de perdão a quem quer que seja, nem de nada serve sequer pedir perdão.
Este tema assolou-me à cabeça, após ter reflectido um pouco naquilo que tem sido a minha actuação no mundo das duas rodas. Quer individualmente, quer incluído no Grupo Motociclista DOG, ou por inerência enquanto responsável pelo Cavalo Alado. Enquanto indivíduo, peço perdão a todos, motociclistas ou não pelas minhas falhas, limitações, ignorância e falta de maior capacidade em me relacionar e poder ter uma atitude mais positiva com algumas pessoas. Enquanto membro do Grupo Motociclista DOG peço desculpa a todos os companheiros que privam ou já privaram comigo e que de alguma maneira foram afectados por alguma acção ou reacção menos correcta da minha parte enquanto motociclista ou enquanto membro DOG, por isso este pedido de perdão estende-se, obviamente, também aos elementos do meu grupo que indirectamente e eventualmente podem ser prejudicados pelas minhas falhas. Mas muito mais em especial e com maior dimensão, peço perdão mais sentidamente àqueles companheiros e grupos por quem embora nutrindo a mais elevada consideração, amizade e respeito, ainda não foi possível de uma forma ou de outra visitar e participar nos seus eventos e assim de repente lembro-me de dois ou três directamente que serão respectivamente o Moto Clube do Entroncamento e o seu líder Bruto Feio, o Moto Clube da Lousã, o Pai Já Vai, na pessoa do Sr Artur e também O Sérgio de Vila do Conde e o seu Moto Clube, o qual não visito vai para três anos. A todos em geral, mas sobretudo a estes Amigos, peço as minhas desculpas pela falta em que sei que me encontro mas espero sinceramente dentro do mais curto espaço de tempo possível e da melhor forma corrigir a situação. Em relação à minha participação neste espaço da blogosfera, o meu pedido de desculpas extende-se a todos aqueles que visitam este canto da net e que de qualquer maneira saem defraudados nas suas expectativas quando aqui não encontram aquilo de que estavam à espera. A esses apenas vos posso dizer que continuarei empenhado em publicar conteúdos correctos, rigorosos, úteis e diversificados, sempre no sentido de tentar servir e ser útil ao maior leque de motociclistas possível. Claro que para tudo isto conto sempre, melhor, entendo poder exigir a vossa compreensão e colaboração.
No seguimento deste tema, apelo também aos responsáveis pela organização de eventos motociclisticos de qualquer género, repito; de qualquer género, no sentido de serem o mais compreensivos possível pelo facto de alguns companheiros não frequentarem os seus eventos e acima de tudo que não entendam mal, antes sim saibam também perdoar.
Todos sabemos que os tempos que atravessamos são de clara e nítida crise. Muitos de nós sentimos isso na pele e no dia-a-dia, então quando falamos em despesas com combustíveis, factor essencial para a utilização de um motociclo…nem é bom falar. Dai, penso ser fundamental existir um tipo de atitude nova de parte a parte em relação àquilo que são os eventos motociclisticos. Por um lado, apelo a todos aqueles que possam, não deixem de ir, estar e participar, por outro aos que organizam se esforçem mais por adequar os conteúdos dos eventos de forma a cada vez mais, e enquanto os tempos assim forem indo, serem apenas apresentadas as condições essenciais ao bom decorrer de um evento, e nesse campo, parece-me que em primeiro lugar as condições de alojamento e alimentação serão fundamentais, de seguida a logística de apoio a motos e motociclistas, tais como a existência de gasolineiras, centros de saúde, alojamentos complementares ou alternativos, mercearias, farmácias e caixas de Multibanco na área, etc. Em detrimento de shows supérfluos, exagerados, despesistas que se em tempos de vacas mais robustas atraíam motociclistas, hoje julgo só os afastar, mesmo que contra ventos e marés haja, como diria o poeta, “…sempre alguém que resiste, há sempre alguém que diz não”. Agora, talvez mais que nunca, o importante não será o número será a qualidade.
 
Uma boa quarta feira para todos
 
Alfredo Nobre, membro DOG 003
tags:

publicado por Cavalo Alado às 00:01
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Alberto Vaz a 20 de Agosto de 2008 às 19:20
Muito bom este post, muito embora o perdão não possa ficar apenas pelas lindas palavras nem talvez pelas atitudes. Acima de tudo o perdão será uma forma de estar e de viver, quando se alcança consegue-se um estádio superior que poucos atinjem...chama-se a isso PAZ!
Amigo Alfredo esta etapa pode conduzir-te a isso, continua, um abraço par sempre!


Comentar post


Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


CALENDARIO DE EVENTOS

BLACK SABBATH 1ª Parte

BLACK SABBATH 2ª Parte

CALENDÁRIO DE EVENTOS

FREEBIRD

CALENDÁRIO DE EVENTOS

MISSA

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ESTAMOS DE LUTO

CONCENTRAÇÃO FARO 2011

ambiente(4)

as dez melhores motos de sempre(10)

biker lady accessories(1)

breve história dos motociclos(6)

calendário(103)

campeões de motociclismo(2)

cavalo alado saloon(4)

cavalo de ferro (opinião)(10)

choque(1)

choque!(6)

comemorações(23)

concentrações(11)

dakar teck(17)

destinos(2)

ética(10)

galeria de arte(11)

gastronomia e culinária(11)

histórias de motociclistas(17)

humor(23)

jogos(2)

legislação(5)

lendas do motociclismo(7)

lêr(10)

lisboa-dakar 2008(2)

loja das motos do cavalo alado(3)

luis torres 006(11)

marcas(35)

mecânica(5)

modalidades(1)

modelos(18)

moto gp 2007(30)

moto gp 2008-equipas e pilotos(8)

moto gp 2008-provas(16)

o grupo dog(2)

opinião(42)

os anjos(2)

os nossos panos(12)

ouvir(29)

poesia(22)

r.i.p.(2)

recados(132)

sabia que...(9)

segurânça(16)

spain tour(4)

tipos de motos(6)

vêr(22)

todas as tags

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Weather Forecast | Weather Maps