Terça-feira, 28 de Outubro de 2008

Tenho saudades do meu GRANDE MESTRE

 

Por: Alfredo Nobre

 

Quando decidi escrever mais uma crónica para esta quarta feira, senti-me pela primeira vez confuso e atrapalhado. Não por falta de tema, antes sim por eles serem tantos, tão diversos e igualmente importantes. Então decidi ir pelo caminho mais fácil e pensei: Porque não fazer publicamente uma homenagem a um Grande Mestre que tanto me ensinou enquanto os seus passos se confundiam no mesmo pó que os nossos pisam? Ficou então decidido, apesar de não mencionar o seu nome (nunca o mencionarei porque assim era seu desejo) será talvez a melhor forma de o lembrar, ou mais do que isso, de lembrar que entre nós existem muitos “Mestres” discretos, apesar de serem mais os “”contramestres”” que estão sempre prontos a pegar no megafone, mesmo que das suas cavidades orais apenas saia um discurso repetido, gasto e grafenolento. A esses desejo, do fundo do coração que passem mais tempo a pensar em algo verdadeiramente útil em vez de se limitarem a copiar o esforço dos outros. Mas de resto, enquanto assim for, essas mentes diminuídas estarão entretidas e não ocupam o seu tempo a causar mais dano do que aquele que já causaram, é que aquilo que não comemos costuma-se dizer que damos aos cães, neste caso são os DOGs a dar os restos às entidades, obrigado pela distinção! Algo andará às avessas… mas como diziam os Srs. Comendadores; “temos o mundo ao contrário”.
 
Nas nossas vidas, sejam elas o que forem ou como forem, existem momentos em que os sentimentos mais recônditos e esquecidos nos afloram a pele e nos fazem, vá-se lá saber porquê, sentir mais frágeis e emotivos. Este processo a que eu chamo de afloramento da saudade penso que mais do que revelar sensibilidade ou fraqueza, nos ensinam a ver o mundo mais como ele é e permite-nos perceber qual o sentido daquilo que fazemos, seja lá o que for aquilo que façamos…
Um certo dia alguém de quem hoje sito saudade... muita saudade, disse-me que “nunca seria importante aquilo que fizesse na vida, apenas seria importante a forma como o faria…”
Estas palavras ecoaram, juro! Na minha mente durante alguns anos sem as perceber e foi no exacto momento em que as de lá tirei que entendi que as tinha colocado no sítio errado… o seu lugar afinal era dentro do meu coração!
Por isso tenho a agradecer a essa alma, cujo corpo material conheci, a forma simples mas decisiva com que me encaminhou para o lado bom da vida. Por tanto, quando me sento aqui todas as noites, vai sendo cada vez mais fácil estar convosco, porque apesar dos erros que cometo, sei que aquilo que mais importa é o saber que tenho o meu coração espalhado pelas vossas mãos, pelos vossos rostos… É um prazer, acreditem, saber que uma paixão se torna um modelo para tantos, é uma tristeza ver quanto talento desperdiçado por alguns…
Mas no fundo, e apesar das muralhas que tentam tecer, sei que de nada valem as tristes investidas, porque todos fazem, é claro, mas o segredo do amor… esse só alguns o vão entendendo…
 
UM POEMA A UM VERDADEIRO AMIGO
(dedicado aos meus inimigos)
 
Às vezes quando vou pela estrada
Sinto o mundo… sinto-me a mim…
Foge-me a palavra na vertigem da velocidade
No espaço interminável do asfalto
 
Esse negro amigo de betão que me leva a todo o lado
Esse negro demónio que me leva os irmãos…
 
Às vezes sinto o mundo inteiro à minha volta
Às vezes sinto-me só…
 
Há dias em que me assalta o tormento e o medo
A estrada nem sempre é boa amante…
 
Mas corro sempre e persigo as minhas ideias, os meus medos!
Uma luta desigual embora não pareça
 
Ontem era apenas um menino sonhador
Hoje o mundo espera por mim
E o alcatrão mata por dentro e por fora
Mas o alcatrão é meu amigo….
 
Sonhei ontem, com um amigo que nunca mais irei alcançar
Numa viagem louca que não sei onde irá terminar
 
Estive, por momentos parado
E o Grande Astro levou meu irmão…
 
Não há lágrimas no meu rosto,
Não podem haver lágrimas no meu rosto!
Apenas a memória daquele irmão
Que cortou a meta antes de mim
E venceu!
 
Se choro a seco, é porque apenas sei chorar a seco
Deve existir algo aqui que agrade ao meu breve amigo…
Que farei?
Que tenho feito?
Apenas uma breve vaga de lume brando…
 
Todos dizem, “tens que entender…”
Mas não há nada para entender, apenas tenho que sentir
E tu longe, onde não te consigo ver
Levantas a mão esquerda
Enquanto com a direita vais esticando
Dolorosamente o acelerador
 
Continuo sem perceber…
Mas vou seguindo o meu caminho
Pelo menos enquanto houver um céu azul sobre mim
Enquanto os olhos não se secarem de esperança…
 
 
Uma boa quarta-feira para todos
Alfredo Nobre, membro DOG 003 (NNDNNSNTDG)
 

publicado por Cavalo Alado às 22:51
link do post | comentar | favorito
|
2 comentários:
De Alexandre a 30 de Outubro de 2008 às 12:00
Saudações, Alfredo.

Eu andava por aqui a pesquisar os motores da BMW, devido à minha muito recente paixão pelas duas rodas, quando vim parar a este teu blogue espectacular.
Eu não percebo nada de motos, nem de motores, e na minha vida anterior estive preso a outros interesses. Contudo, amealhado algum dinheiro, comecei pensando em adquirir um veículo para potenciar a minha liberdade. Comecei a reparar que reparava nas motos sempre que passavam na estrada, sobretudo as tourers e algumas cruisers. Já não me imagino noutro veículo que não numa moto, e para quem preza a autêntica e total liberdade de espírito, acima de tudo o resto, como eu, a moto é a companheira mais que perfeita para as viagens sem destino.
Depois de alguma pesquisa geral sobre o assunto, fiquei completamente apaixonado pelas motos da BMW, sobretudo por uma menina bonita chamada R 1200 RT. Ainda sou muito novato nestas andanças, nunca montei uma moto (apesar da vontade crescer de dia-para-dia), mas parece que tenho olho p'ró assunto, pois a BMW parece ofercer-me tudo o que quero numa moto: robustez, solidez, segurança, alguma velocidade (apesar de não estar interessado em corridas), conforto e a lealdade de uma máquina alemã.
É verdade que ainda me faltam descobrir muitas marcas, modelos e estilos, mas já sinto a BMW nas veias. Depois de uma vida de estudante intensa, e claustrofóbica, eu resolvi mudar radicalmente de vida e trabalho agora na construção civil, onde as melhores máquinas e ferramentas são «made in Germany» ou «made in Italy». Gostei de ler o post que escreveste sobre a BMW R1200 C, onde pude perceber um pouco mais sobre o motor «boxer», e sobre esta marca alemã, pioneira em segurança nas duas rodas, e fiel a quem lhe é fiel.

Este blogue é realmente surpreendente, tem imenos links e assuntos de interesse, e só peca por ser lento o download de tamanha quantidade de conteúdos. Vou adicioná-lo e visitá-lo de vez em quando. Obrigado por inspirares outros à paixão das duas rodas.

Abraço


De Cavalo Alado a 30 de Outubro de 2008 às 19:04
Caro Alexandre, em primeiro lugar agradeço a tua visita a este espaço aberto a todos. Em segundo lugar felicito-te pelo conteúdo do teu comentário, ele próprio é também um contributo á "causa" do motociclismo. Por fim... caramba, ainda estás com receio de adquirir uma moto??? é que possuis já uma lucidez bastante evoluída sobre aquilo que pretendes e onde o encontrar, de resto uma BMW é sempre uma moto para além do comum, eu diria que é uma forma de estar e de viver e se esse é então o teu desejo, força!! Quanto a nós aqui estaremos sempre para tentar ajudar naquilo que pudermos e como pudermos, apesar de sermos uns simples amadores.

Um abraço e visita-nos sempre!


Comentar post


Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


CALENDARIO DE EVENTOS

BLACK SABBATH 1ª Parte

BLACK SABBATH 2ª Parte

CALENDÁRIO DE EVENTOS

FREEBIRD

CALENDÁRIO DE EVENTOS

MISSA

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ESTAMOS DE LUTO

CONCENTRAÇÃO FARO 2011

ambiente(4)

as dez melhores motos de sempre(10)

biker lady accessories(1)

breve história dos motociclos(6)

calendário(103)

campeões de motociclismo(2)

cavalo alado saloon(4)

cavalo de ferro (opinião)(10)

choque(1)

choque!(6)

comemorações(23)

concentrações(11)

dakar teck(17)

destinos(2)

ética(10)

galeria de arte(11)

gastronomia e culinária(11)

histórias de motociclistas(17)

humor(23)

jogos(2)

legislação(5)

lendas do motociclismo(7)

lêr(10)

lisboa-dakar 2008(2)

loja das motos do cavalo alado(3)

luis torres 006(11)

marcas(35)

mecânica(5)

modalidades(1)

modelos(18)

moto gp 2007(30)

moto gp 2008-equipas e pilotos(8)

moto gp 2008-provas(16)

o grupo dog(2)

opinião(42)

os anjos(2)

os nossos panos(12)

ouvir(29)

poesia(22)

r.i.p.(2)

recados(132)

sabia que...(9)

segurânça(16)

spain tour(4)

tipos de motos(6)

vêr(22)

todas as tags

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Weather Forecast | Weather Maps