Segunda-feira, 10 de Novembro de 2008

HOT ROD

 

 

 

 
 
 
Direção: Akiva Schaffer
Roteiro: Pam Brady
Elenco: Andy Samberg, Isla Fisher, Jorma Taccone, Bill Hader, Danny R. McBride, Sissy Spacek, Ian McShane, Will Arnett
Gênero: Comédia
Origem: Estados Unidos
Duração: 88 minutos

Sinopse: Rod é um duplo com um bigode falso que nunca deu um salto semse paretir todo. A sua família e os seus amigos pensam que ele é uma anedota. E ainda por cima, o seu padrasto Frank serve-se dele como seu saco de pancadas pessoal. Mas Andy não vai deixar que alguns contratempos o impeçam de realizar a maior façanha de sua vida!
 
Rod Kimble é pertubadoramente louco, doido e idiota, especialmente quando realiza as suas loucuras de duplo em cima da sua confiável moto. Ao lado dos seus amigos igualmente perturbados, vai seguindo a sua vida descontraída até que surge um problema de saúde ao seu pai que faz com que Rod passe a levar as suas loucuras de uma forma diferente.
Não é de se estranhar, inicialmente, que todo este projecto, antes de se tornar nessa loucura agradável protagonizada por um divertido Andy Samberg antes pertencesse completamente a Will Ferrell, que adicionaria estre filme às suas outras experiências com desportos, veja “Um treinador Genial”, “Ricky Bobby - A Toda Velocidade”, “Escorregando para a Glória” e o ainda inédito “Os Aloprados”. Ferrell é um actor nato para este tipo de humor. Porém, é inegável assistir a este “Hot Rod” e imaginar algum idiota que não seja Samberg no papel do protagonista, esbanjando imaturidade, maluquice, parvoíce e muita infantilidade. O filme é constantemente tudo isto!. Desde o seu enredo formuláico até às suas ocasionais piadas parvas e humor por vezes forçado, e parvo. Mas, de certa forma, existe uma grande diferença entre o que Akiva Schaffer realizou no seu primeiro filme. Ao trazer de certa forma uma espécie de inspiração e um ar original ao filme, ainda que este caia incansavelmente no consumivél e no ridiculo.
É como “Superbad - É Hoje”, ainda que bem inferior ao nivél da realização e principalmente no argumento. É sobre uma juventude despreocupada, ingénua e cheia de situações embaraçosas. Mas, o que existe de mais excitanyte em se pertencer a essa juventude tão divertida é a forma como que as situações são traçadas. Não com exagero (ainda que “Hot Rod” caia nessa armadilha de vez em quando) mas sim com uma boa dose de tolice simplificada, embora com um certo “quê” de atitude e um ar pomposo de estilo. A começar pela trilha sonora genial que, diversamente, ajuda a moldar cenas demasiadamente hilariantes. Reparem na cena onde se ouve “Two of Hearts”, impagável! Encontramos ai sincronia visual, sonora, com espírito cinemático e humor bem intencionado. O problema do filme é mesmo trair essas tais boas intenções com um humor que diversamente soa demasiadamente forçado, quase superficial.As correcções, graças a Deus existem, mas é inegável que a imaturidade infelizmente toma conta não só dos personagens, mas do próprio argumento sem limites.
É Justo, por tanto, tentar procurar o prazer e o entretenimento nos elementos básicos mais naturais de “Hot Rod”. O filme é mediocre, mas consegue ser engraçado quando se nota algum esforço no humor. Exemplo da cena de paródia a “Footloose”, com Rod a dançar na floresta numa imitação engraçadíssima do que Kevin Bacon havia feito há mais de 20 anos. É nestes momentos que vemos que existe algo de positivo em todo o filme e que o seu exagero pode ser perdoado quando verificamos o quanto o filme não só atinge seu público alvo de forma agradável, como consegue construir personagens em cima de estereótipos e ainda assim os torna interessantes, de forma bizarramente unidimensional, claro. E nisso nota-se o elenco bem escolhido e sincronizado, quimicamente activos e confortáveis nos seus respectivos papéis. Samberg é um que abusa, mas nunca trai o espírito do personagem. E ainda consegue fazer um par divertido com a sempre memorável Isla Fisher.
O filme é recheado de excelentes diálogos, momentos inspirados, personagens ternurentas e efeitos visuais/sonoros gratificantes. Aspectos virtuosos que compensam quase que completamente um enredo extremamente batido, algumas situações horrivelmente parvas e todo aquele desconforto depois de uma piada simplesmente sem graça e mal direccionada. “Hot Rod” é parvo. Mas, assume seu estado de ser, com plena sabedoria de sua tolice. E, por não esconder pretensões maiores, funciona como um divertimento passageiro quase como um prazer de culpa. Tente entrar no espírito, e ligar-se aos personagens e deixe-se levar na onda interminável deles. Às vezes faz-nos bem esquecermos os problemas do dia-a-dia e ver a vida como uma simples rampa que deve ser ultrapassada ou sonhar com lutas entre hambúrgueres e batas fritas. Um filme que não é para entender, simplesmente para ver.

 


 

tags:

publicado por Cavalo Alado às 23:00
link do post | comentar | favorito
|


Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


CALENDARIO DE EVENTOS

BLACK SABBATH 1ª Parte

BLACK SABBATH 2ª Parte

CALENDÁRIO DE EVENTOS

FREEBIRD

CALENDÁRIO DE EVENTOS

MISSA

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ESTAMOS DE LUTO

CONCENTRAÇÃO FARO 2011

ambiente(4)

as dez melhores motos de sempre(10)

biker lady accessories(1)

breve história dos motociclos(6)

calendário(103)

campeões de motociclismo(2)

cavalo alado saloon(4)

cavalo de ferro (opinião)(10)

choque(1)

choque!(6)

comemorações(23)

concentrações(11)

dakar teck(17)

destinos(2)

ética(10)

galeria de arte(11)

gastronomia e culinária(11)

histórias de motociclistas(17)

humor(23)

jogos(2)

legislação(5)

lendas do motociclismo(7)

lêr(10)

lisboa-dakar 2008(2)

loja das motos do cavalo alado(3)

luis torres 006(11)

marcas(35)

mecânica(5)

modalidades(1)

modelos(18)

moto gp 2007(30)

moto gp 2008-equipas e pilotos(8)

moto gp 2008-provas(16)

o grupo dog(2)

opinião(42)

os anjos(2)

os nossos panos(12)

ouvir(29)

poesia(22)

r.i.p.(2)

recados(132)

sabia que...(9)

segurânça(16)

spain tour(4)

tipos de motos(6)

vêr(22)

todas as tags

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Weather Forecast | Weather Maps