Quarta-feira, 26 de Novembro de 2008

(COMMITEMENT) COMPROMISSO

 

Por: Alfredo Nobre

 

Umas das surpresas mais agradáveis que podemos encontrar ao nos comprometer totalmente com algum projecto específico é que surgem forças e oportunidades que não houvéramos imaginado até então
 
Cieri , Doménico
Muitas vezes utilizada no discurso político, e talvez por este desgastada do seu sentido mais puro, a palavra compromisso começou a ter uma valoração cada vez menos importante. Todavia se a palavra se banalizou e esvaziou em aplicações incorrectas, o seu significado é só um e esse mantém-se ao longo dos tempos.
O compromisso é uma forma auto-imposta pelo indivíduo em relação a uma tarefa, um acto, uma postura perante outro ou outros.
Através da iniciativa própria, o individuo propõe-se fazer algo ou manter uma atitude perante os outros, sem que para tal tenha que existir uma imposição forte da parte de quem quer que seja. Exemplos práticos de atitudes de compromisso são as relações afectivas ou mesmo as amorosas. No caso de um casal que mantenha uma relação de afecto sem o enquadramento legal de um matrimónio e sem que exista qualquer imposição, esse relacionamento, apenas consegue sobreviver à custa de um compromisso. Nos casos em que encontramos pais, filhos ou famílias que suportam um membro maior sem que para tal haja obrigação legal estão também em muitos casos presos a um compromisso forte, nestes casos por força do sangue. Algumas entidades patronais estabelecem para com os seus funcionários relações sólidas de compromisso, o inverso também acontece vindo da parte de muitos trabalhadores em relação à entidade patronal. Então, poderemos afirmar que o compromisso é afinal de contas um acto de voluntariado bastante forte e tem como suporte a robustez da vontade do indivíduo em manter as premissas que fez essêncialmente a si próprio. Também por ser um acto emanado pela vontade própria (se assim não for não é compromisso mas sim imposição) é imensamente democrático, já que o indivíduo não é forçado a nada, apenas toma o compromisso por si só.
No mundo das motos este é também um conceito, infelizmente, cada vez mais em queda. Muitos são aqueles que facilmente desistem do compromisso que assumiram em estar a 100% no mundo das duas rodas. Este fenómeno terá, no meu entender, a ver com questões de ordem económica. Se durante os idos anos da década de 90 era relativamente fácil a qualquer um adquirir, utilizar e organizar-se em associações de motociclistas, participar, organizar eventos e dispor de tempo e vontade para o fazer, actualmente as coisas parecem-me estar um pouco em queda e em alguns casos diria mesmo em decadência. Os tempos que correm são, penso, serem mais adequados a uma postura que tenha a ver com dedicação, gratuidade e espírito de sacrifício, de forma a que se possa mater pelo menos o mínimo de actividade motociclistica. Se de facto muitos grupos ainda existem que sabem colocar estes valores em prática, outros há que preferem ir mantendo mais visivél o modelo de “quanto mais lucro melhor”. Muitas das actividades, ou pseudo-actividades que encontramos em muitos eventos nada têm a ver com motociclismo, apenas são uma forma mais ou menos hábil, mais ou menos visível de angariar fundos que vão directamente para as mãos de meia dúzia. Muitos de nós vamo-nos apercebendo disto e penso ser este também um factor importante no decréscimo de afluência a determinados eventos.
É claro que nada actualmente existe, subsiste ou progride sem a existência de capital, todavia devemos lembrar e saber separar o que são actividades económicas reconhecidas, das outras que se vão encapuçando, quantas vezes sob a pele de fabulosas acções de imenso proveito para os motociclistas. Saber distinguir nem sempre é fácil, mas se um conselho nos é permitido, em situações que tenham a ver com motociclismo, desconfiem sempre de coisas que nada tenha a ver com motos, por exemplo que sentido tem, ou que raio tem a ver um torneio de futebol de salão com os motociclistas? Muito pouco ou mesmo talvez nada!
Este compromisso de que temos vindo a falar, e que já reparámos ter o seu sentido deturpado no nosso meio, mantém-se, contudo, ainda em muitos grupos de motociclistas. Talvez a expressão mais radical (o termo radical provém de raiz não de extremismo como muitas vezes se utiliza erradamente) do compromisso no mundo das duas rodas, a possamos encontrar junto de grupos Biker ou análogos. Se fizermos um pequeno esforço assumido pelo compromisso que temos senão para com os outros pelo menos para connosco próprios, vamos verificando que a maior dinâmica ao nível das actividades motociclisticas puras está actualmente na mão de inúmeros pequenos grupos de motociclistas espalhados pelo território nacional. A par destes grupos quase anónimos eencontramos também actividades promovidas por Clubes Biker de maior relevância. O que quero dizer é que, e com base nos dados que temos a partir do calendário que vamos publicando semanalmente desde 2007 e adicionando a este os eventos de carácter fechado de que temos igual conhecimento, verificamos que são estranhamente os maiores e os menores grupos de motociclistas quem detém a maior fatia de eventos realizados, cabendo aos grupos de média dimensão e mais ligados à FNM a menor fatia de eventos, se não incluirmos as provas desportivas. Também com base na nossa análise directa, vamos verificando que ao contrário dos eventos tradicionais que têm o seu calendário e programa já bem definido há muitos anos e que no geral têm vindo a decrescer em número de participantes, os grupos ditos mais alternativos têm vindo a obter níveis de participação muito positivos e darei como exemplo o crescente sucesso do salão internacional de Motos Custom da Cidade de Elvas, organizado pela mão do Moto Clube Alentejano, também a maior expressão Biker da semana que antecede a Concentração Anual de Faro e que é levada a efeito normalmente num conhecido bar da Ilha de faro pela mão dos Hell Angels MC, para além de inúmeros convívios promovidos por companheiros ou pequenos Grupos e que vão sendo cada vez mais participados e difundidos apesar do cada vez menor número de motociclistas na estrada. Estes fenómenos, no meu entender, prendem-se com um factor importante quando falamos sobre motos. Se por um lado é cada vez menor o número de motociclistas assumirem-se como tal no panorama nacional, é inegável que cada vez mais vão ficando por ai os melhores. Então confirmamos que a máxima que sempre defendemos de que quantidade nunca foi sinónimo de qualidade está mais do que nunca correcta. Sendo assim não posso deixar de ligar este fenómeno ao conceito sobre o qual começámos hoje esta crónica, o compromisso. É de facto graças ao compromisso que muitos motociclistas e clubes mantêm sob as mais diversas formas, que vamos tendo e mantendo eventos onde podemos exprimir e justificar a nossa condição de amantes das motos. Da nossa parte aqui estamos no Cavalo Alado a tentar colaborar para este meio da forma que sabemos e pudemos, mas sentimos que muitos outros o fazem igualmente de outras formas não menos importantes e até menos visíveis sem que sejam muitas vezes valorizados pelo seu trabalho, este é então, para mim, o verdadeiro significado da palavra compromisso. O compromisso de quem faz sem badalar, o compromisso de quem nada lucra materialmente por dedicar o seu tempo, as suas capacidades… a sua vida por aquilo que para muitos será apenas uma moda, para outros, onde me incluo é uma forma de vida. É esse o compromisso que sob as mais variadas formas, em função das épocas e independentemente das modas, têm tido muitos Clubes de motociclistas por esse mundo fora, de forma a que motociclistas mais novos e grupos mais recentes como o caso do Grupo Motociclista DOG possam estar no mundo das motos sem que para tal tenham que desbravar certos “matos”. É então para nós natural o nosso compromisso também, de forma a que possamos retribuir e participar neste grande movimento que é o motociclismo sob as suas mais diversas vertentes, no sentido de sermos pedras vivas desta grande casa. É também nosso dever saber, sem preconceitos nem tabus, reconhecer a todos sem excepção o trabalho que têm vindo a fazer pelo motociclismo, independentemente da forma como se apresentem e das cores que tragam nos coletes. Para nós é sempre motivo de orgulho e não de sinal de humilhação aprendermos com quem verdadeiramente entende de motos e motociclismo, reconhecemos as nossas falhas e limitações mas temos igualmente consciência do nosso valor e capacidades, é por isso tudo que me orgulho de gritar bem alto e em conjunto com todos os membros do meu grupo;
 
Forever DOG!, DOG Forever!
Este é o nosso compromisso!!!!
 
Uma boa quarta-feira para todos!
 
Alfredo Nobre, membro DOG 003
tags:

publicado por Cavalo Alado às 17:36
link do post | comentar | favorito
|


Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


CALENDARIO DE EVENTOS

BLACK SABBATH 1ª Parte

BLACK SABBATH 2ª Parte

CALENDÁRIO DE EVENTOS

FREEBIRD

CALENDÁRIO DE EVENTOS

MISSA

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ESTAMOS DE LUTO

CONCENTRAÇÃO FARO 2011

ambiente(4)

as dez melhores motos de sempre(10)

biker lady accessories(1)

breve história dos motociclos(6)

calendário(103)

campeões de motociclismo(2)

cavalo alado saloon(4)

cavalo de ferro (opinião)(10)

choque(1)

choque!(6)

comemorações(23)

concentrações(11)

dakar teck(17)

destinos(2)

ética(10)

galeria de arte(11)

gastronomia e culinária(11)

histórias de motociclistas(17)

humor(23)

jogos(2)

legislação(5)

lendas do motociclismo(7)

lêr(10)

lisboa-dakar 2008(2)

loja das motos do cavalo alado(3)

luis torres 006(11)

marcas(35)

mecânica(5)

modalidades(1)

modelos(18)

moto gp 2007(30)

moto gp 2008-equipas e pilotos(8)

moto gp 2008-provas(16)

o grupo dog(2)

opinião(42)

os anjos(2)

os nossos panos(12)

ouvir(29)

poesia(22)

r.i.p.(2)

recados(132)

sabia que...(9)

segurânça(16)

spain tour(4)

tipos de motos(6)

vêr(22)

todas as tags

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Weather Forecast | Weather Maps