Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

O TOURIST TROPY DA ILHA DE MAN

 

 

 

 

 

O Tourist Trophy da Ilha de Man nasceu em 1905, motivado pela legislação britânica de então que limitava a velocidade dentro da Grã-Bretanha para as 20 mph (32,18 Km/h). A excepção era mesmo esta pequena ilha situada no mar da Irlanda onde o governo local concedeu todas as facilidades para a organização do então chamada “International Cup”. Destas facilidades incluía-se a criação de um circuito de estrada fechado à circulação de outros veículos durante o tempo da realização da prova.
 
 
Em 1906 a prova não se realizou devido a problemas na sua organização mas após um jantar organizado pelo clube inglês, Auto Cycle Union, surgiu a ideia de realizar uma prova motociclistica longa e em estradas. Como era proibido na Inglaterra, a corrida seria realizada numa ilha do mar da Irlanda, onde havia travessia por ferry-boat. Essa era a Isle of Man!  
O Governo local que já tinha uma prova de automobilismo internacional acolheu de bom grado a proposta e foi então estabelecido qual o percurso da corrida.
 

Foi graças à intervenção do Governador Lord Raglan que foi possivél organizar corridas em Man

 
O circuito "oficial" da prova é chamado de Montanha, com 60, 739 Km (!!!) de extensão. Para as motos da época, foi criado um circuito menor, chamado de St. John, com apenas  25 km!
 
O Circuito de St John
 
Para a primeira corrida, o regulamento era o seguinte: 
Moto de turismo,
Com dois travões,
Silenciador,
Jogo de ferramentas e só um banco.
 
Foram criadas 2 categorias:
 
Motos de um cilindro com consumo de 33 Km / l e de dois cilindros com consumo  mínimo de 25 Km / l. No resto valia tudo, desde peso, cilindrada, etc.
 
Em 28 de Maio de 1907 acontece o primeiro Tourist Trophy!
A prova teve 10 voltas, num total de 250 km, e foi vencida, na categoria mono cilíndrica,   por Charles Collier (o dono da fabrica!), com uma Matchless abrindo uma vantagem de mais de 10 minutos   sobre o 2º e  3º colocados, que correram de Triumph!
 
Este seria o equipamento utilizado por um piloto em 1907
 

Charles Collier (na frente) e Harry Collier e suas AJS – Matchless
 
A categoria bicilindrica foi vencida por Rem Fowler, com uma Norton equipada com motor Peugeout, que mesmo com muitos tombos, pneu furado, e outras peripécias,   chegou com 30 minutos de vantagem. A sua média foi de 69 Km / h!
A corrida era contra o relógio, ou seja vencia quem fizesse o percurso de 10 voltas em menos tempo. A prova era do piloto e da sua moto contra a estrada! A largada era aos pares. Não existia estratégia de corrida e retardatários. Os adversários de cada um eram os buracos, muros, e as estradas estreitas e poeirentas!
 
Rem Fowler junto à sua Norton bicilindrica
 
Largada aos pares
 
Isso sem contar com o clima da ilha, que era húmido e frio. A meio da prova o piloto poderia deparar-se com um repentino e denso nevoeiro, uma chuva fina e fria e de seguida encontrar sol novamente!
Já em 1909, a corrida teve uma média de 79 Km /h vencida por Harry Collier (irmão de Charles), com uma Matchless. As duas categorias foram neste ano aglutinadas.
 

Lister Cooper com a sua Triumph 3,5 hp em 1908
 
Em 1911, o circuito adoptado foi o da Montanha com seus 60 Kms. Este circuito passou a ser praticamente o mesmo utilizado até hoje.
Nesse ano deu-se a primeira vitória de uma moto não inglesa. Foi vencida por uma Indian americana, que aliás também se classificou nos 2º e 3º lugares.   Esta Indian era bastante moderna e evoluída, e tinha uma caixa de velocidades com duas mudanças! o que lhe dava enorme vantagem nas subidas longas do percurso da Montanha!
 
Harry Collier on a Matchless bike, Isle of Man Senior TT, 1912. The Collier family founded the Matchless company in 1899. It was one of Britain's earliest motorcycle manufacturers.     Harry Collier on a Matchless bike, Isle of Man Senior TT, 19   <br>Credit: National Motor Museum / HIP / TopFoto
Harry Collier numa Matchless durante o TT Senior da ilha de Man em 1912
 
O circuito da montanha tem 256 curvas, e rectas que atingem os 6 Km, com muitas pontes, saltos, paredões, subidas e outras armadilhas!  
 
Mapa do circuito (percorrido no sentido dos ponteiros do relógio)
 
As categorias então eram as seguintes:
Light 250 cc
Júnior 350 cc
Sénior 500 cc.
 
Nesta altura, o evento já era famoso e tinha um forte apelo turístico e económico para a ilha. As fábricas, ao sentirem a sua importância, começaram a investir fortemente na competição. BMW, Norton, Triumph, Moto Guzzi, Gilera,... Todos queriam vencer em Man!
Durante o período da II Guerra Mundial o TT da ilha de Man parou
 
 
Freddie Dixon and passenger Walter Denny, Isle of Man sidecar TT race, 1923. Dixon and Denny won the race on this Douglas machine, the first sidecar TT, add an average speed of 53.15 mph. The banking sidecar chassis was designed and built by Freddie Dixon. The complete outfit could be banked to either side for optimal cornering speeds. The sidecar wheel was mounted on a 7inch crank, raised or lowered by the passenger with the long lever in front of the wheel.    Freddie Dixon and passenger Walter Denny, Isle of Man sidec   <br>Credit: National Motor Museum / HIP / TopFoto
Freddie Dixon e o seu "pendura" Walter Denny, no TT de 1923. Esta dupla venceu neste ano a primeira corrida destinada a motos com side-car a bordo desta Douglas desenhada pelo próprio Freddie Dixon... belos tempos em que os pilotos construiam as suas motos...
 
Alec Bennett at the Senior TT, 1924. Refuelling his Norton bike at the edge of the track. The spectators above him watch as he does so. A Boy Scout can be seen on the left.     Alec Bennett at the Senior TT, 1924.   <br>Credit: National Motor Museum / HIP / TopFoto
Alec Bennett no TT Sénior de 1924 abastecendo a sua Norton durante a prova. Repare-se na presença dentro da pista de um jovem escuteiro no lado esquerdo da foto.
 
Alec Bennett on a Norton bike, in the Senior TT, Isle of Man, 1925. Riding the number 11 bike.     Alec Bennett on a Norton bike, in the Senior TT, Isle of Man   <br>Credit: National Motor Museum / HIP / TopFoto
Alec Bennett numa Norton durante o TT Sénior de 1925.
 
 FW Dixon with a HRD motorbike, 1927. Sitting on his bike smoking a cigarette. Dixon was the winner of the 1927 Junior 350cc race at the Isle of Man TT. HRD bikes were founded by Howard Raymond Davies, who used his initials for the name.     FW Dixon with a HRD motorbike, 1927.   <br>Credit: National Motor Museum / HIP / TopFoto
FW Dixon, vencedor do Junior TT (350cc) de 1927 fumando um cigarro em cima da sua HRD
Jimmy Guthrie on Norton motorcycle, Isle of Man Senior TT Race, 1932. Guthrie finished the race in second place, behind another Norton ridden by Stanley Woods. Jimmy Guthrie won a total of six TT victories between 1923 and 1937, and was a Norton works rider from 1931. He was unfortunately killed at the German Grand Prix in 1937, and a memorial to him is sited at the point on the TT course where he retired from his last race in the event.    Jimmy Guthrie on Norton motorcycle, Isle of Man Senior TT   <br>Credit: National Motor Museum / HIP / TopFoto
Jimmy Guthrie montado numa Norton, foi o segundo classificado na corrida do TT Sénior em 1932. À sua frente ficou Stanley Woods também montando uma Norton. Entre 1923 e 1937, ano em que faleceu vitima de um trágico acidente, Jimmy Guthrie venceu por por seis vezes a prova rainha de Man.
 
Wal Handley at the Junior TT, Isle of Man, 1933. Handley skids and comes off his Velocette as the crowd looks on. He remounted his machine to finish seventh. Handley won four victories in his TT career.    Wal Handley at the Junior TT, Isle of Man, 1933.   <br>Credit: National Motor Museum / HIP / TopFoto
Wal Handley em 1933, apesar de ter sofridop esta aparatosa queda conseguiu classificar-se em sétimo lugar na corrida do TT Junior desse ano.
 
Ted Mellors winning the Lightweight TT Isle of Man race, on a 1939 Benelli, 1939. Benellie was founded in 1911, and is the oldest European motor-bike marque still in activity.    Ted Mellors winning the Lightweight TT Isle of Man race, on   <br>Credit: National Motor Museum / HIP / TopFoto
Ted Mellors  foi o vencedor da classe Lightweight TT da Ilha de Man em 1939 aos comandos da mais antiga marca europeia ainda em actividade, a Benelli
  
Em 1947, recomeçam as provas.   Neste ano a vencedora foi uma Norton 500, pilotada por Harold Daniell, com uma média de 133,2 Km /h.  Essa vitória da Norton 500, deu origem à série especial, a Norton Manx, como são chamados aqueles que nascem na ilha!
 

John Surtess pilotando uma Norton Manx
 
Em 1949, a prova ganhou ganhou o status de etapa do Campeonato Mundial de Velocidade em Motos.
Na década de 50, mais mudanças nas categorias, motos, cilindradas, etc. Em 1957, na prova do Jubileu, 50 anos, o vencedor foi Bob Mclntyre, com uma Gilera 500 de 4 cilindros que percorrendo os 483 Km com uma média, pela primeira vez na história da prova, acima das 100 milhas / hora, uns exactos 162,7 Km / h na volta mais rápida!  
 
Lightweight TT Race at Isle of Man<br>The massed start of the lightweight TT which was won by M Barrington on a Moto Guzzi<br>18th June 1949
Na prova da classe Lightweight TT disputada a 18 de Junho de 1949 na Ilha de Man viria a sair vencedor M Barrington numa Moto Guzzi
 
Competitors passing Ramsay Town Square at speed. Number 69 is W. J. Evans on AJS and number 90 is C.F. Brett on Velocette.<br>TT races at Isle of Man - 7th June 1950
Foto dos concorrentes na prova de 1950 ao passarem pelo centro de Ramsey. Com o número 69 pode distinguir-se W J Evans com a sua AJS
 

Largada na década de 50
 
A partir de então, a competição passou por um período de menor interesse, com algumas fábricas como Gilera, Guzzi e outras a abandonar a competição e um público cada vez menor e as corridas monótonas e repetitivas tornaram o Tourist Trophy menos brilhante.
 
 
My Father was part of a TT refuelling team that year much to my envy--However I eventually ended doing the same for a number of riders in the seventies, eighties and nineties
 
BMW Motorbike and sidecar combination, 1957. Germany's Fritz Hillebrand and Manfred Grunwald, the 1957 125cc World Sidecar Champions in action. Grunwald leans out to keep the machine balanced as it negotiates an S-bend. They won the Isle of Man Sidecar TT in both 1956 and 1957. Hillebrand was killed when the pair were involved in an accident in a race at Bilbao, Spain at the end of the 1957. As a result Grunwald then retired.     BMW Motorbike and sidecar combination, 1957.   <br>Credit: National Motor Museum / HIP / TopFoto
Side Car BMW de 125cc em 1957, tripulado pela dupla Fritz Hillebrand e Manfred Grunwald. Fritz Hillebrand viria a falecer em Espanha neste mesmo amo, vitima de um acidente.
 
BMW Motorbike and sidecar combination, 1958. The 1958 and 1959 125cc World Sidecar Champions, Walter Schneider (driving) and Hans Strauss, of Germany. They also won the Isle of Man Sidecar TT in 1958 and 1959.    BMW Motorbike and sidecar combination, 1958.   <br>Credit: National Motor Museum / HIP / TopFoto
Já em 1958, competiu à dupla Walter Schneider (piloto) and Hans Strauss defender as cores da marca bávara aos comandos de uma BMW 125cc com side car. Esta dupla venceria a edição deste ano e a do ano seguinte, em 1959!
 
 
Isle of Man:  The members of the Japanese team, here to compete in the TT races, chat with mechanics after their first official practice.  They are riding Japanese Honda, 125cc machines in the races.<br>27th May 1959
Membros da equipa Honda em 1959. Na sua estreia a Honda competiu na clase de 125ccc
 
 
Cartaz do TT de 1958
 
Nos anos 60, os japoneses (sempre eles!) começam a participar na prova com o apoio oficial das fábricas. Foi o regresso do glamour da Ilha de Man!
 
 
Cartaz do TT de 1961
 
K. Burkhardt leans out over the chair as F. Scheidegger takes the bend out of the Governor's Bridge on the second lap of the sidecar event at the motor cycle TT races in the Isle of Man.<br>12th June 1961
Mais uma brilhante dupla em side car, K. Burkhardt e F. Scheidegger na passagem pela famosissima Ponte do Governador

Em 1967, dá-se a primeira vitória de uma moto japonesa, tratava-se de uma Honda 500, pilotada por nada mais, nada menos que Mike "The Byke" Hailwood, com um recorde de média, de 108,77 mph ou seja 175 Km / h!
Este recorde permaneceu inbativél durante 9 anos, e caiu em 1976 durante a corrida vencida por Mick Grant, aos comandos de uma Kawasaki, com a média de 176, 59 Km /h (109,82 mph)!
 

Derek Chatterton em 1976
 
Nesta década, o evento era um verdadeiro acontecimento mundial, sendo apelidado de  Daytona europeia! Durante a primeira semana de Junho a ilha transformava-se a na " Meca do Motociclismo", e era invadida por milhares de turistas!
Já existiam então prova de Clássicas, categorias desde 50 cc,   até de protótipos exóticos como uma Suzuki de 12 mudanças, e também o chamado Mad Sunday, o dia em que a pista era aberta ao público que literalmente de matava ao longo do circuito.
A evolução das normas de segurança e os constantes acidentes fizeram com que a Ilha de Man deixasse de abrigar um GP do Mundial em 1976. A partir daí, acreditava-se que o TT entraria em declínio. Afinal os pilotos do Mundial boicotavam a prova e, reza a lenda, inclusive assinaram contratos com as equipes que os proibiam de participar da arriscada corrida. Mas, pelo contrário, a aura de perigo e desafio que rondava a Ilha só fez crescer o mito em torno da prova.
 
Em 1977 Phill Read faz seu regresso às pistas e vence logo a categoria Fórmula 1 de Man!
 

Phil Read
 
Em 1978, na categoria principal, a superbike, uma Kawasaki 750, pilotada por Mick Grant é a grande estrela!   Foi a primeira vez que o tempo por volta baixou dos 20 minutos !  Na classe Fórmula 1, a vitória é de Mike Hailwood com uma Ducati  Desmo 750 !
 

Mike Hailwood 
 
Em 1979, Mike, The Byke vinga-se de Mick Grant, e baixa o tempo para 19 min e 45 s, com uma Suzuki 500, com a média de 183,69 Km / h, na categoria superbike!
 

Giacomo Agostini
 
Oitenta anos de corridas!!
 
Alguns números:
 
Maiores vencedores:
 
Joey Dunlop -  26 vitórias em 78 participações 
Mike Hailwood - 14 vitórias em 34 participações
Steve Hislop - 11 vitórias em 26 participações
Giacomo Agostini - 10 vitórias em 16 participações
Phill Read - 8 vitórias em 33 participações
John Surtess - 6 vitórias em 11 paricipações
 
Vitórias por marcas:
 
Honda - 111 vitórias - 2435 provas que chegou até o final.
Yamaha - 105 vitórias - 4045 provas até o final
Norton - 43 vitórias - 1577 provas até o final
MV Augusta - 34 vitórias
BMW - 30 vitórias
Suzuki - 28 vitórias
 
mais detalhes
 
 
JOEY DUNLOP (1977 - 2000)  26 Vitórias
1977 - Jubilee Classic
1980 - Classic
1983 - T.T. Formula 1
1984 - T.T. Formula 1
1985 - T.T. Formula 1, Senior and Junior
1986 - T.T. Formula 1
1987 - T.T. Formula 1 and Senior
1988 - T.T. Formula 1, Senior and Junior
1992 - 125 c.c.
1993 - 125 c.c.
1994 - 125 c.c., Junior
1995 - Lightweight, Senior
1996 - 125 c.c., Lightweight
1997 - Lightweight
1998 - Lightweight
2000 - T.T. Formula 1, Lightweight 250 c.c., 125 c.c.

MIKE HAILWOOD (1961 - 1979) 14 Vitórias
1961 - Senior, Lightweight 250cc and 125cc
1962 - Junior
1963 - Senior
1964 - Senior
1965 - Senior
1966 - Senior and Lightweight 250cc
1967 - Senior, Junior and Lightweight 250cc
1978 - T.T. Formula 1
1979 - Senior

STEVE HISLOP (1987 - 1994) 11 Vitórias
1987 T.T. Formula 2
1988 Production "B"
1989 T.T. Formula 1, Supersport 600, Senior
1991 T.T. Formula 1, Supersport 600, Senior
1992 Senior
1994 T.T. Formula 1, Senior

 
 
 
 
 
 
 PHILLIP McCALLEN (1992 - 1997) 11 Vitórias
1992 Formula 1, Supersport 600
1993 Senior
1995 Formula 1
1996 Formula1, Senior, Junior, Production
1997 Formula 1, Senior, Production
 
 
 
 
 
STANLEY WOODS (1923 - 1939) 10 Vitórias
1923 - Junior
1926 - Senior
1932 - Senior and Junior
1933 - Senior and Junior
1935 - Senior and Lightweight
1938 - Junior
1939 - Junior
 

GIACOMO AGOSTINI (1966 - 1972) 10 Vitórias
1966 - Junior
1968 - Senior and Junior
1969 - Senior and Junior
1970 - Senior and Junior
1971 - Senior
1972 - Senior and Junior
 
 
 
 
 
As corridas continuaram até aos nossos dias graças ao arrojo de pilotos que rasam a loucura e tudo fazem para continuar a longa tradição do TT da Ilha de Man.
 
 
A pista continua com as suas armadilhas e perigos, mas isso é que faz desta prova uma aventura especial, um desafio à habilidade e coragem de poucos!
 
 
Os próprios Manx (habitantes da ilha), suportam heroicamente a invasão e excessos dos motociclistas, pois sabem da sua importância económica e também por terem muita honra e orgulho de sediar a mais antiga competição de motas de todo o mundo!
Só quem já recebeu a estatueta do deus grego Mercúrio sobre uma roda alada (o Troféu do Campeão), sabe o que é a verdadeira glória da vitória na prova mais tradicional e carismática do motociclismo mundial,  O "Tourist Trophy" de "Isle of Man"!!
 
 
 
Texto adaptado de Ricardo Pupo em:
http://www.motosclassicas70.com.br/isle_of_man.htm
 
 
 
A Fast Lady on the Isle of Man
Francesca Romano Giordano 
Daily Mail - 11 Maio 1993 
 
 
 
Foi uma semana de sonho para a Relentless Suzuki by TAS Racing Team que venceu as corridas TT da Ilha de Man 2008 em todas as categorias: Superbike, Supersport e Superstock com as suas Suzuki.


John McGuinness celebrates victory in the 2008 Senior TTO Australiano Cameron Donald venceu a primeira corrida do dia (Sabado 31 de Maio), com a sua GSX-R 1000 na categoria Superbike TT, seguido pelo companheiro de equipa Bruce Anstey e por Adrian Archibald (AMA Racing Team ) completanddo assim um pódio inteiramente Suzuki.
No Domingo, na categoria Superstock TT, Donald levou a sua GSX-R1000 á vitória, dando à Suzuki a sua sétima vitória consecutiva nesta classe.
Bruce Anstey com a sua GSX-R600 venceu a classe before Supersport TT batendo tambem o recorde da volta mais rápida.
Dado o estrondoso sucesso nas corridas da Ilha de Man, o director da Suzuki GB comentou o seguinte:
"What a truly tremendous TT. Congratulations to Cameron, Bruce and the whole Relentless Suzuki by TAS team. They put in incredible effort this week, and I can speak for the whole of Suzuki in saying that we are all extremely proud of their achievements. Congratulations to everyone involved."
 
Visit Isle of Man 
 
Ao fim de mais de 100 anos de corridas o TT da ilha de Man inicia o seu Segundo centenário sob os auspícios do sucesso.
A dimensão do festival que acompanha o período à volta das corridas é testemunho daquilo que durante 100 anos foi feito em prol do desenvolvimento das corridas e do motociclismo por parte das gentes desta ilha entalada entre a Inglaterra e a Irlanda.
Desde que se iniciou esta prova, muitos foram os momentos de fracasso, de insucesso, de tragédia, de sangue e de morte. Todavia o TT da ilha de Man soube sair sempre por cima de tudo isto e pensamos que adquiriu já o estatuto de evento imortal.
Durante duas semanas por ano todos os olhos se fixam naquilo que se passa na ilha de Man-  Pérola do Mar da Irlanda- nos pilotos que dão o seu máximo numa pista cujo traçado assenta em 37% de estradas públicas.
Mais uma vez sentiremos o rugir dos motores a partir de 30 de Maio deste ano, data em que se iniciam as celebrações oficiais do maior festival de motos de corrida do mundo.
Depois do sucesso que obteve a edição de 2008, todos os olhares se pousam agora na edição de 2009, uma vez que se espera que aumente o número de milhares de visitantes a esta pequena ilha britânica, dada a notoriedade e peculiaridade que envolve esta prova, desde que se iniciou.
Se por um lado o ano transacto ficou marcado pela excepcional prestação da dupla Nick Crowe e Marx Cox na classe de side cars, por outro ficamos a aguardar como será que irão defender os respectivos títulos quer o veterano Tim Reeves, quer o campeão em titulo, Patrick Farrance, que se estreou no ano passado nesta prova.
Mas como se tudo isto não bastasse, o ano de 2008 marcou o regresso das corridas de motos de baixa cilindrada, cujas provas se realizaram no circuito de Billown Circuit, a sul da ilha.
Desta forma podemos arriscar que o TT de 2009 será certamente uma edição incrível, com grandes nomes presentes nesta prova de estrada que é simplesmente…a maior do mundo!!!
 
 

Windows Media Video (2.02MB)

Windows Media Video (3.5MB)

Windows Media Video (13.2MB)

Windows Media Video (26.4MB)

 
 

publicado por Cavalo Alado às 10:31
link do post | comentar | favorito
|


Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


CALENDARIO DE EVENTOS

BLACK SABBATH 1ª Parte

BLACK SABBATH 2ª Parte

CALENDÁRIO DE EVENTOS

FREEBIRD

CALENDÁRIO DE EVENTOS

MISSA

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ESTAMOS DE LUTO

CONCENTRAÇÃO FARO 2011

ambiente(4)

as dez melhores motos de sempre(10)

biker lady accessories(1)

breve história dos motociclos(6)

calendário(103)

campeões de motociclismo(2)

cavalo alado saloon(4)

cavalo de ferro (opinião)(10)

choque(1)

choque!(6)

comemorações(23)

concentrações(11)

dakar teck(17)

destinos(2)

ética(10)

galeria de arte(11)

gastronomia e culinária(11)

histórias de motociclistas(17)

humor(23)

jogos(2)

legislação(5)

lendas do motociclismo(7)

lêr(10)

lisboa-dakar 2008(2)

loja das motos do cavalo alado(3)

luis torres 006(11)

marcas(35)

mecânica(5)

modalidades(1)

modelos(18)

moto gp 2007(30)

moto gp 2008-equipas e pilotos(8)

moto gp 2008-provas(16)

o grupo dog(2)

opinião(42)

os anjos(2)

os nossos panos(12)

ouvir(29)

poesia(22)

r.i.p.(2)

recados(132)

sabia que...(9)

segurânça(16)

spain tour(4)

tipos de motos(6)

vêr(22)

todas as tags

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Weather Forecast | Weather Maps