Domingo, 30 de Setembro de 2007

MANTEIGAS

Desta vez o Grupo Motard eleito para figurar nesta rúbrica é o "grupo Motard "Montes Herminios"  sediado no Concelho de Manteigas, o qual irá organizar pela 4ª vez o seu Motomagusto durante os dias 6 e 7 de Outubro. A todos os que se desloquem a Manteigas desejos de boas curvas...aos "Montes Herminios" votos de muito exito para a realização do vosso 4º Motomagusto!!!

000dq3s8

 

 

MANTEIGAS

HISTÓRIA

Parque NaturalUm tempo de montanha, neve e bem-estar, escalado pela luz dourada da altitude, nas Penhas e nos Cântaros, pelo verde dos lameiros e dos cervunais, pelo jorro das virtudes termais e pelas cascatas e rios truteiros que descem no berço de antigos glaciares, convidando ao repouso em Covões de nomes mágicos e aos passeios pelos méritos da Natureza no Parque Natural da Serra da Estrela.

Típica povoação de montanha, a 700 metros de altitude, recolhida no belíssimo vale glaciar do rio Zêzere, todo ele verde, com muitas casas e igrejas caiadas de branco e, em muitos dias, de neve. O rio passa veloz, num leito rugoso de granito, rodeado de lameiros, onde nasce o milho, cresce o pasto e rebanhos de ovelhas bordaleiras. O casario povoa, com ruas de ar antigo, toda a meia encosta da margem esquerda do Zêzere, ao longo de um anfiteatro semi-circular que o rio desenha.

A história de Manteigas data a épocas anteriores à Era Cristã, sendo o seu primeiro foral de 1188, atribuído pelo Rei D. Sancho I. Sinais evidentes do passado são as Igrejas de Santa Maria, São Pedro e da Misericórdia, o solar da Casa das Obras, as tecelagens de colchas e tapetes, em tear manual que pode ser visto ao vivo no Centro de Artesanato, as típicas casacas de pastor, as cocharras e as esculturas em madeira, a latoaria e os trabalhos em carneira ou em granito. Outros sabores do passado e da Serra provam-se no cabrito assado, no cozido à Serrana, na feijoada, nas trutas, nos enchidos, no requeijão, no queijo da Serra, nos bolos de leite e de Crista, ou nas cavacas e nas queijadas.

Das Penhas Douradas ao Poço do Inferno... descobrindo o vale do Mondego

cascatasPrimeiro a subir até às Penhas Douradas, ao Vale do Rossim e ao Mondeguinho. Depois a descer do vale do Mondego para o vale do Zêzere até às cascatas do Poço do Inferno, ouvindo o silêncio e o cântico das paisagens.

Ao sair de Manteigas, pela Rua Dr. Afonso Costa, cruze a ribeira de Santo André, passe junto ao campo de futebol e continue a subir pela estrada florestal da Carvalheira, rodeada de carvalhos, castanheiros e altivas pseudotsugas, até chegar à EN 232. Aqui pare um pouco. Este local, conhecido pela Curva Bonita, oferece um belo panorama de Manteigas e do vale superior do Zêzere. Depois da fonte, à esquerda, vê-se o Observatório Meteorológico, construído em 1882 para estudo e previsão do clima de montanha.

Continue pela EN 232 até à Pousada de S. Lourenço, a 1285 metros de altitude e daí para as Penhas Douradas, magnífica estância de férias de montanha, a 1475 metros de altitude.

Repare nas casas de montanha de telhados pontiagudos e de cores vivas que contrastam com o branco da neve, o verde dos pinheiros silvestres e o cinzento escuro dos fragões. Das Penhas Douradas vá até Vale das Éguas, local planáltico onde existiu um campo de melhoramento de pastagens.

Regresse às Penhas e siga até à Albufeira da Barragem do Vale do Rossim, onde a neve, o gelo, o granito e a água se misturam no Inverno e se enche de prazeres aquáticos durante o Verão. Aqui existe um restaurante e um novo Parque de Campismo.

Regresse à E.N.232, volte à esquerda e vá até ao Mondeguinho; fonte e nascente de um dos maiores rios portugueses - o Mondego. Voltando à Pousada de S. Lourenço desça por uma estrada de terra, à esquerda, quase em frente à Pousada e acessível a veículos ligeiros. São três quilómetros até encontrar o alcatrão no cruzamento da Cruz das Jogadas. Aproveite e repouse o olhar na nova paisagem de xisto que rodeia o verdejante Vale Direito, ou na frondosa mata de Carvalhos, em frente. Depois, volte à esquerda e continue a descer ao longo das encostas suaves e onduladas de urzes e zimbros até chegar aos meandros rápidos do vale do Mondego e à Capela de N.ª Sr.ª do Carmo e ao idílico Covão da Ponte - um sítio que ninguém esquece. Volte ao cruzamento da Cruz das Jogadas e continue, em frente, através da Mata de S. Lourenço e dos panoramas profundos do vale da Ribeira de Pandil que desagua numa impressionante cascata de socalcos e lameiros no vale do Zêzere. Aceite o convite e siga até Sameiro sempre a acompanhar as águas truteiras do Zêzere e uma bela caravana de prados verdes.

De volta a Manteigas, atravesse o Zêzere na ponte de S. Gabriel e continue até às Caldas de Manteigas, com a vila do outro lado do rio. Siga para o Poço do Inferno, subindo a encosta frondosa da Mata dos Carvalhais. Por fim, deslumbre-se com a bela queda d’água do Poço do Inferno que se situa na estreita garganta da Ribeira de Leandres, cujo leito percorre a linha de união do granito com o xisto.

Duração: 1 dia. Distância Total: 76 Kms

As caldas de Manteigas

Estância hidro-terápica de águas sulfuro-sódicas, indicadas para o tratamento de reumatismos, dermatoses e das vias respiratórias. Nas termas existem duas nascentes - a Fonte Quente, com água a 42º C, e a Fonte Santa com águas a 19º C. A época termal decorre de 1 de Maio a 30 de Outubro. O Balneário Termal, moderno e com piscina termal, tem hotel e campos de ténis.

Até à Torre e aos Cântaros

Das emoções do esqui e da neve, aos passeios a pé e a vida ao ar livre no Covão d’Ametade, a ver nascer o rio Zêzere.

Partindo de Manteigas pela EN 338, cruze o rio Zêzere na ponte junto às Caldas de Manteigas. Visite o viveiro das trutas e repare na mata que envolve a estrada, nos pequenos pastos e nas casas de pedra, com telhados de palha de centeio e giesta, junto ao rio.

De um lado e de outro as vertentes abruptas, sulcadas por cascatas, riachos velozes e fontes caudalosas, das quais se destaca a Fonte de Paulo Luís Martins. À direita, o Covão de Albergaria e adiante o Covão d’Ametade, antiga lagoa de origem glaciar, aos pés do maciço do Cântaro Magro, onde nasce o rio Zêzere. Aqui é permitido o campismo, respeitando a sensibilidade do local que é todo ele revestido por relvados naturais (cervunais).

Mais acima pare no miradouro sobre o vale do Zêzere, formado durante a glaciação Wurmiana que terminou à 20.000 anos.

Passada a curva de acesso aos Poios Brancos e ao Planalto da Serra de Baixo, olhe para a direita e veja os rochedos dos Cântaros - o Gordo, o Magro e o Raso, da direita para a esquerda. Depois surge a Nave de Santo António que é uma planície arenosa, a 1550 metros, originada por uma antiga lagoa glaciária.

No cruzamento com a EN 339, volte à direita, para a Torre. No Covão do Boi repare no monumento a N.ª Sr.ª da Boa Estrela, baixo relevo esculpido na rocha por António Duarte, com mais de 7 metros de altura.

Mais acima, eleva-se, à direita, o Cântaro Raso e a seguir, o pitoresco rochedo do Cântaro Magro - um dos símbolos naturais da Serra. O Cântaro Gordo situa-se junto ao cruzamento para a Torre, onde em 1817 D. João VI mandou levantar uma torre de 7 metros para completar os 2.000 metros de altitude. As pistas de esqui da Torre, situam-se à direita, para Norte, dispondo de quatro telesquis e uma telecadeira.

Posto de Turismo de Manteigas
Rua Dr. Esteves de Carvalho, n.º 2
6260-144 Manteigas
Tel./Fax: 275 981 129

 

 

O Concelho de Manteigas, está integrado na vasta área da Cordilheira Central e especificamente na Beira Interior Norte, em pleno Coração da Serra da Estrela, totalmente incluído no Parque Natural da Serra da Estrela.

É o Concelho mais pequeno do Distrito da Guarda, com uma área de 12.659 hectares (Sameiro - 2.104; Santa Maria - 2.554; São Pedro - 6.301 e Vale de Amoreira - 1.700), delimitado pelos Concelhos da Guarda, Covilhã, Gouveia e Seia.

Por si só, constitui uma zona privilegiada dadas as condições naturais, ecológicas e paisagísticas que deslumbram os naturais e visitantes.

Manteigas, apresenta sob o ponto de vista morfológico três unidades distintas que compreendem a área planáltica, o Vale do Rio Zêzere e as Zonas xistosas do nordeste. Grande parte do território Concelhio é ocupado por matas e "incultos", e nas zonas florestadas predomina entre outras o pinheiro bravo, o castanheiro e o pseudotesuga.

000drb1q

Ver Slideshow

GASTRONOMIA

No coração do maciço montanhoso da Serra da Estrela, a pequena vila de Manteigas, para além da sua indústria têxtil, tem vindo a dar cada vez maior atenção ao turismo, pois a Serra é cada vez mais escolhida como destino de férias e excursões.

O concelho é bastante pequeno mas gaba-se de uma imensa beleza natural, com as formações rochosas esculpidas por antigos glaciares, a atmosfera saudável e amena das Penhas Douradas, a Torre (a pequena construção em pedra que assinala o ponto mais alto de Portugal, a quase 2000 metros de altura), e o deslumbrante e romântico Poço do Inferno, no desfiladeiro do rio Leandros, com uma formosa cascata que muitas vezes se transforma em gelo durante o Inverno.

Os têxteis são importantes para o concelho, pois as encostas da montanha pouco mais proporcionam à população local do que pastagens para os rebanhos de ovelhas, factor transformado em riqueza: estas fornecem a lã necessária para a indústria e o leite para o famoso queijo da Serra.

Perto de Manteigas, a Pousada de São Lourenço constitui o local ideal para quem procura uns dias de repouso e tranquilidade, além de oferecer aos visitantes a possibilidade de apreciar alguns dos pratos típicos da região, como a saborosa sopa de feijão vermelho e couve e truta em marinada de cebola.

000axwx6

MENU

Entradas: Enchidos regionais cozidos, Queijo da Serra

Sopas:  Sopa de Castanhas com Lombo de Porco

Peixes: Trutas à Moda de Manteigas, Peixinhos do Rio,

Carnes: Cabrito no churrasco, Entrecosto à Beira, Feijoca à Serrana

Sobremesas: Tigeladas, Requeijão, Bolos de leite e de Crista, Cavacas e Queijadas.

Sopa de castanhas com Lombo de Porco

Ingredientes:

300 g de lombo de porco

200 g de cebola

3 dentes de alho

300 g de batata

150 g de cenoura

0,5 kg de castanha pilada (seca)

sal q.b

2 dl de azeite

50 g de arroz

Preparação:

Refogue a cebola e o alho picados, com a carne cortada aos cubos. Tempere com o sal e metade do azeite. Em seguida, acrescente água, até cozer a carne. Quando estiver cozida, junte as batatas cortadas aos quadrados, deixando-as cozer  até quase se desfazerem. Junte a cenoura aos quadrados, as castanhas, o arroz, o resto do azeite e deixe cozer.

Trutas à Moda de Manteigas

As Trutas à Moda de Manteigas surgiram quando os pastores desta Região apanhavam, nas águas do Rio Zêzere, belíssimas trutas, preparando-as de seguida, enquanto guardavam o seu rebanho.

Ingredientes:

Trutas

Leite

Manteiga

Salsa

Farinha

Sal e Pimenta

VINHO

terras de cabral(tinto)

Vinho tinto de cor vermelho violeta, ligeiramente acastanhada, aroma e sabor a frutos maduros com ligeiras “nuances” de baunilha resultante do seu estágio em madeira de carvalho francês.

Tipo

D.O.C./V.P.Q.R.D.

 

Castas utilizadas

Rufete, Jaen e Periquita

 

Decantação

Estática a 16º

 

Fermentação alcoólica

25 a 26 dias, com uma temperatura de 25º

 

Fermentação malolática

Realiza-se após a fermentação alcoólica

 

Precipitação tartárica

Pode aparecer sedimentos, uma vez que estes vinhos, dada a sua elevada qualidade, não sofrem qualquer estabilização pelo frio.

 

Engarrafamento

Após estagiar durante 6 meses em cascos (barricas) de carvalho, este vinho permaneceu, após engarrafamento, 9 meses em estágio de garrafa.

 

Grau alcoólico

12,0% vol.

RESTAURANTES

Albergaria Berne

Restaurante Regional

Quinta de Santo António
6260-191 Manteigas
Tel.(+351) 27598135

Lusopizza

Comida Regional Portuguesa Italiana

R. Dr. Sobral 15/7

6260-184 Manteigas

Pousada de São Lourenço

Cozinha Regional

Penhas Douradas - 6260-200 Manteigas
Telefone: (+351) 275.980.050 | Fax: (+351) 275.982.453
Refeição média: 20.00 EUR; abre todos os dias

Restaurante Alfátima

Estrada da Lapa
6260-014 Manteigas
Manteigas

Tel.(+351) 275982930 - 964486321

Fax.275982930

Restaurante Valhecuda

Praça Dr. José Castro, 1
6300-235 Valhelhas
Manteigas

Telf.(+351) 275487123

Restaurante O Abrigo

Bº. Alardo
6260-023 Manteigas

Luís Saraiva Grilo

R. Dr. Sobral

6260-184 Manteigas

Casa Serra

R. Dr. José e G Carvalho

6260-144 Manteigas

António P Alves Melo

R. Fonte St. Manteigas

6260-013 Manteigas

A Cascata - Café Restaurante, Lda.

R. 1º Maio

6260-101 Manteigas

ZÉ Batata

R. Dr. Afonso Costa

6260-105 Manteigas

O Trenó

Qt. St. António

6260-191 Manteigas

O Olival

E.n. 232

6260-162 Manteigas

Bar Dom Pastor 

Tv. SÁ Bandeira

6260-013 Manteigas 


publicado por Cavalo Alado às 16:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|


Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


CALENDARIO DE EVENTOS

BLACK SABBATH 1ª Parte

BLACK SABBATH 2ª Parte

CALENDÁRIO DE EVENTOS

FREEBIRD

CALENDÁRIO DE EVENTOS

MISSA

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ESTAMOS DE LUTO

CONCENTRAÇÃO FARO 2011

ambiente(4)

as dez melhores motos de sempre(10)

biker lady accessories(1)

breve história dos motociclos(6)

calendário(103)

campeões de motociclismo(2)

cavalo alado saloon(4)

cavalo de ferro (opinião)(10)

choque(1)

choque!(6)

comemorações(23)

concentrações(11)

dakar teck(17)

destinos(2)

ética(10)

galeria de arte(11)

gastronomia e culinária(11)

histórias de motociclistas(17)

humor(23)

jogos(2)

legislação(5)

lendas do motociclismo(7)

lêr(10)

lisboa-dakar 2008(2)

loja das motos do cavalo alado(3)

luis torres 006(11)

marcas(35)

mecânica(5)

modalidades(1)

modelos(18)

moto gp 2007(30)

moto gp 2008-equipas e pilotos(8)

moto gp 2008-provas(16)

o grupo dog(2)

opinião(42)

os anjos(2)

os nossos panos(12)

ouvir(29)

poesia(22)

r.i.p.(2)

recados(132)

sabia que...(9)

segurânça(16)

spain tour(4)

tipos de motos(6)

vêr(22)

todas as tags

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Weather Forecast | Weather Maps