Terça-feira, 26 de Junho de 2007

SOMOS! ou PARECEMOS?

Diz o ditado popular: “Mais vale selo que parece-lo”

Diz o ditado popular: “A mulher de César não basta ser séria…tem que parece-lo!”

 

Em que ficamos afinal? Respeitamos esta ancestral e longa sabedoria popular? Rejeitamo-la radicalmente?

E o que é a sabedoria popular afinal senão um conglomerado de experiências, situações, vivências e tradições, sentidas por cada um de nós e que quando postas em comum passam a ser aceites por todos e instalam-se como pilares sólidos do edifício cultural de uma comunidade?

E quando a questão nos é dirigida mais directamente em relação à nossa condição de motociclistas? Em que ficamos? Mais vale ser…ou parecer?

 

Tenho percorrido os pais de norte a sul com a minha moto. Tenho contactado com as mais diversas pessoas, ainda não encontrei duas iguais…

Tenho verificado que a nossa comunidade motociclistica é constituída por um aglomerado de cidadãos oriundos das mais diferentes proveniências. De estratos sociais distintos, com os mais variados credos, confissões ou religiões. Com objectivos e ideologias muitas vezes opostas, de várias tendências clubistas, de profissões ou ocupações tão distintas como a de Juiz ou Cadastrado, Padeiro ou Arquitecto, Vendedor ou Advogado, Médico ou Guarda Nocturno…E tudo isto misturado a cru seria o bastante para que existisse entre nós a discussão, a divisão, a intolerância, o jogo de interesses e de classes que se verificam noutros grupos heterogéneos, mas todos sabemos que assim não é!

Quem por vezes não entende e não aprecia a nossa postura, a nossa forma de estar e de viver, o sentido de união que temos, e o respeito que nos une, são aqueles que, porque a vida não lhes concedeu, por sabe-se lá que motivo, o privilégio que nós temos de amar estes engenhos de duas rodas…se vão ficando pelas aparências, pela rama e não desperdiçam o seu tempo e a sua atenção com o que é realmente ser Motociclista.

Esses sim, que nos criticam tão prontamente, não sabem definir os verdadeiros valores que constituem uma vida em harmonia consigo e com os outros. Não sabem distinguir o direito pleno a uma liberdade responsável que é para nós a chave mestra desta felicidade que nos invade quando nos envolvemos com as nossas motos. Esses não sabem, não querem saber e nunca saberão o que é estar despido diante de alguém e não sentir vergonha alguma. Digo despido não no sentido que esses dão à palavra e que cujo exemplo melhor que me ocorre é ir até à praia do Meco despir o Bikini e o calção por a genitália à vista de todos mesmo que não me sinta à vontade, mas porque é…moda… (que bela moda para a malta ver) e não esqueçamos a imundice e falta de higiene que constituem, infelizmente, os areais da maior parte das praias. Ou ir até altas horas da madrugada embriagar os sentidos, em todos os sentidos, até às Docas ou mini-docas que vão proliferando por esse país fora, desperdiçar de forma brutal e a troco de cervejolas pagas a duzentos paus e minini-copas cheias de uma mistela qualquer composta de três bebidas alcoólicas de segunda ou terceira categoria, pela módica quantia de quinhentos escudos, vir para casa teso e inconsciente e gastar um dia e uma noite de descanso nos foi atribuída por direito próprio mas também pelo dever de nos reabilitarmos de forma a enfrentar uma semana de trabalho que vem pela frente. Pode lá haver melhor que isto? Pode! Pode ainda completar-se esta rota de estupidez e servilismo ao grande deus “Capital” pegando no Audi ou BMW do papá, ainda a ser pago a prestações, ir para a marginal ou para a ponte Vasco da Gama assapar a duzentos e tal, arriscar a vida própria e a dos outros contribuintes e vir de lá com a sensação de que se é um grande piloto de competição, se quisermos ainda melhorar este pacote “turístico-cultural” sempre haverá por perto quem mantenha os nivéis de adernalina bem altos fornecendo umas pastilhitas de ectasy que fazem mais falta do que pão para essas bocas…e segunda feira aí estamos nós outra vez muito dignos detrás de uma secretária qualquer a tomar guronsans às escondidas para podermos de novo justificar a gravata ou o pull-over Burberys…

Mas eu até aceito tudo isto…não pratico…mas aceito…Embora o não devesse fazer, sobretudo às segundas, terças, quartas, quintas e sextas quando esses petulantezitos de prestação atrasada e Kispo de 90 contos olham para mim de alto da sua torre de marfim da loja dos trezentos e comentam entre si: Olha lá o maluco das motos!

E o quanto isso me dá prazer…sentir que não me conseguiram enfiar nesse redil para ser tosquiado, para ser ordenhado e para a minha carne ser comida por lobos…

Não meus amigos, prefiro que continuem a dizer que sou o maluco das motos! E que vou a concentrações e que gasto pneus e combustível e que bebo uns copos com os meus companheiros e até que digam que por lá circulam alguns estupefacientes caseiros de origem vegetal que não são traficados nem produzidos em série por respeitados laboratórios farmacêuticos, nem geram lucros milionários para ninguém. Prefiro realmente sê-lo se tiver que o ser!!!

Prefiro, e honra-me que me chamem motociclista, que digam e estranhem esta união e respeito que temos entre nós, que não entendam estes códigos que vamos aprendendo com o tempo e que nos ajudam a uma integração progressiva neste meio e que têm por objectivo afastar elementos menos conscientes da realidade, responsabilidade, seriedade e respeito que as nossas máquinas merecem, e que nos vão fazendo também evoluir enquanto cidadãos participativos, críticos e que sabem qual o destino que querem tomar. Por isso não me cansarei de dizer que sou um Motociclista assumido e orgulho-me de o ser…não de o parecer!!

 

Votos de boas curvas e…

TUDO PELO MOTOCICLISMO!

 

Alfredo Nobre (DOG-Anjo)

 


publicado por Cavalo Alado às 19:29
link do post | comentar | favorito
|


Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


CALENDARIO DE EVENTOS

BLACK SABBATH 1ª Parte

BLACK SABBATH 2ª Parte

CALENDÁRIO DE EVENTOS

FREEBIRD

CALENDÁRIO DE EVENTOS

MISSA

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ESTAMOS DE LUTO

CONCENTRAÇÃO FARO 2011

ambiente(4)

as dez melhores motos de sempre(10)

biker lady accessories(1)

breve história dos motociclos(6)

calendário(103)

campeões de motociclismo(2)

cavalo alado saloon(4)

cavalo de ferro (opinião)(10)

choque(1)

choque!(6)

comemorações(23)

concentrações(11)

dakar teck(17)

destinos(2)

ética(10)

galeria de arte(11)

gastronomia e culinária(11)

histórias de motociclistas(17)

humor(23)

jogos(2)

legislação(5)

lendas do motociclismo(7)

lêr(10)

lisboa-dakar 2008(2)

loja das motos do cavalo alado(3)

luis torres 006(11)

marcas(35)

mecânica(5)

modalidades(1)

modelos(18)

moto gp 2007(30)

moto gp 2008-equipas e pilotos(8)

moto gp 2008-provas(16)

o grupo dog(2)

opinião(42)

os anjos(2)

os nossos panos(12)

ouvir(29)

poesia(22)

r.i.p.(2)

recados(132)

sabia que...(9)

segurânça(16)

spain tour(4)

tipos de motos(6)

vêr(22)

todas as tags

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Weather Forecast | Weather Maps