Terça-feira, 18 de Março de 2008

BMW-Da Segunda Guerra Mundial até aos anos 80

OS ANOS DA GUERRA

Planos da BMW R75

Uma moto de três rodas todo-o-terreno
Dado que as autoridades militares tinha adquirido uma grande quantidade de motos, estas converteram-se num importante cliente para a marca. As monocilindricas R4 e R35 foram utilizadas para instrução e serviço de entrega de mensagens, enquanto que as R11 e R12 equipadas com sidecar serviram para o transporte rápido de soldados ou abastecimentos urgentes. Na sua preparação para a guerra, os estrategas alemães sentiram a necessidade de repensar os conceitos dos sidecars tradicionais utilizados no teatro de operações. Desta forma o Comando supremo da Wehrmacht especificou as condições que as motos deveriam possuir, de entre as quais o sidecar com tracção na roda, uma velocidade de reserva e uma caixa de velocidades adaptada a todo-o-terreno.
Rapidez, Força e versatilidade eram os maiores trunfos
desta verdadeira máquina de Guerra
BMW R75
Por consequência a moto ideal era a nova R75, a qual contava com 750cc, motor com válvulas à cabeça OHV, um chassis construído em tubo soldado, suspensão telescópica com duplo regulador de tensão e a tecnologia de manuseamento requerida pelo exército.
Para além disto tudo, juntou-se ao sidecar um diferencial com controlo de derrapagem e com uma barra de segurança transversal, esta máquina com um peso total de 420 quilos era capaz de transportar um peso de mais de 400!!
Pormenor do sistena de tracção ao sidecar da BMW R75.
BMW R75 No norte de África
Ajudadas pela roda de tracção do sidecar, estas máquinas marcaram por completo um novo patamar de qualidade no que diz respeito ao todo-o-terreno, superando com facilidade os carros com dupla tracção. De 1941 a 1944 a BMW construiu mais de 18 000 unidades do modelo R75 Wehrmacht sidecar.

BMW R75 Wehrmachtsgespann

Recorta e constói a tua própria BMW R75
1942  A produção da motocicleta militar R75, com tracção adicional na roda do side-car é transferida de Munique para Eisenach.
Fábrica da BMW em Eisenach (1929)
1945  A produção da R35 inicia-se em Eisenach sob administração soviética.
A mesma tecnologia e fabrico cuidadoso,
mas com sistema politico e económico diferente...e logotipo

O PÓS-GUERRA

1944
Em 1944 a Fábrica de Munique tinha sido completamente destruida
1945   No final da Segunda Guerra Mundial, a BMW encontra-se em ruínas. Perdera as fábricas de Eisenach e Dürrerhof, Basdorf e Zühlsdorf. A Unidade de Munique fora desmantelada. Os aliados impõem uma proibição de três anos à produção pelo facto da BMW ter construído aviões e mísseis durante o conflito.
1948     O modelo R4 com um cilindro apenas, começa a ser fabricado na unidade de Munique e é o primeiro veículo motorizado lançado pela BMW depois da Segunda Guerra Mundial.
O Motor da BMW R4
A monocilíndrica R24 de 250cc é apresentada e mais uma vez se inicia a produção de motos em Munique.
BMW R24
Recomeçando com um cilindro
Os componentes das motos e das instalações de produção estavam localizadas na fábrica de automóveis de Eisenach, a qual tinha sido instalada pela BMW em 1928 e deixou de ser acessível a partir de 1947 dado encontrar-se na zona alemã controlada pela união Soviética
A produção continuou, mas as instalações foram desmanteladas e os planos de construção foram confiscados. Os componentes e peças utilizados por Alfred Böning, como elementos de investigação para um novo modelo de moto vinham de alguns concessionários da BMW. A monocilindrica R24 de 250cc surge em 1948.
Em 1948 a BMW recomeça a produção de motocicletas.
Durante os seis anos seguintes os fabricantes alemães de motos obtiveram vendas sem precedentes. Em 1950, a BMW reintroduziu o motor Boxer bicilindrico, apesar dos motores monocilindricos representarem a maior fatia das vendas. Em apenas quatro anos, a produção da R25/3 acumulou vendas de 47 700 unidades.
BMW R25/3
A imagem da marca foi fortalecida novamente com os êxitos obtidos em provas desportivas. Centenas de milhar de entusiastas seguiam Schorsch Meier e Walter Zeller, os quais dominavam então os circuitos com as suas motos de corrida.
A BMW R50 de Schorsch Meier
Schorsch Meier em acção!
Cartaz de 1953, Meier no cimo da lista
Outro Cartaz de 1953 homenageando Meier
A Mãquina de Walter Zeller
Walter Zeller em plena corrida
Seguindo as qualidades dos seus sidecars, as BMW RS de competição, marcaram uma série de vitórias sem precedentes, acumulando 19 títulos mundiais entre 1945 e 1974, com Klaus Enders a obter o título por seis vezes.
1950     A R51/2 é lançada no mercado. Trata-se da primeira BMW Boxer do pós-guerra.
Cartaz publicitário anunciando os modelos R25 e R51/2
1952     A R68 converte-se na primeira máquina alemã de produção a alcançar os 160 km/hr.
1954     Wilhelm Noll e Fritz Cron vencem o primeiro Campeonato Mundial de Sidecar numa BMW RS.
Cartaz alusivo à vitória de Wilhelm Noll e Fritz Cron
1955     Resurge a BMW Triebwerk GMBH, em Allach. A empresa constrói seguindo a tradição dos seus motores de aviação. Os modelos R50 e R60 formam uma nova geração de motocicletas BMW com suspensão oscilante. A empresa inicia a sua produção de automóveis pequenos com o modelo Isetta.
BMW R50/2
BMW R60/2
Tecnologia única
Após a introdução da R51/3, a BMW lançou uma nova geração de motores Boxer em 1951, colocando mais ênfase ainda na fiabilidade e suavidade de manejo. A R68 surge em 1952 e converte-se na primeira BMW de série a superar as 100 milhas por hora, ao oferecer uma velocidade de ponta de 160 Km/h. Esta era a melhor e mais versátil moto desportiva da época.
O desenvolvimento de uma nova suspensão ocupou os tablóides em 1955, oferecendo uma nova estabilidade direccional e conforto de suspensão. Com a tecnologia de suspensão BMW do “full-swinging arm”, tanto à frente como atrás, a marca estabeleceu uma exclusividade na construção de motociclos.
A suspensão oscilante da BMW, introduzida com o modelo R60/2
De facto toda a gama de modelos, desde a monociclindrica R26, passando pelas R50 e R60 turing, as Boxers de alto rendimento R69, as Sport-Turing contavam com estas qualidades técnicas. Em todo o mundo, as motos BMW foram conhecidas como o máximo em excelência tecnológica com destaque para a qualidade e características de maneio e condução. São seguras, fiáveis, fáceis de manter e resistentes mesmo nas condições mais extremas.
1960     Com uma potência de 42 hp, um motor Boxer de 600cc, a nova R69 S atinge uma velocidade de ponta de 175 km/hr.
No início dos anos 60,
o auge das motos na Alemanha chega ao fim.

A contínua procura de produtos por parte das autoridades e mercados estrangeiros, justificavam a produção de motos BMW, mesmo que esta procura se tivesse reduzido em dois terços. Nessa época, a produção de carros BMW chegou a ser muito significativa, todavia o director da BMW Helmut Werner Bönsch empenhou-se no fabrico de motos, afirmando que a construção de um motociclo se faz com paixão e é um prazer especial para os engenheiros que assim se mantêm jovens de coração.
1965     Vende-se a empresa BMW Triebwerkbau. A BMW deixará de fabricar motores de avião durante os próximos 25 anos.
1967    A BMW compra a empresa Hans Glas GMBH em Dingolfing e constrói ai a sua segunda unidade de produção.
1969   Assim que se dá o relançamento no mercado, as motos voltam a ter popularidade. A BMW transfere a fabricação das suas motos de Munique para a sua terceira fábrica em Berlim e introduz uma moto de desenho radicalmente novo, a Série /5 e a nova geração de modelos faz a sua entrada no mercado com a máxima representante, a R75/5.
Motocicletas modernas para um êxito global
Quando o motociclismo chegava ao fim do seu caminho na Europa, como meio de transporte, iniciou-se um desenvolvimento importante como um passatempo popular e actividade desportiva nos Estados Unidos em meados dos anos 60. De facto, devido a este mercado lucrativo, as novas tendências em tecnologia e desenho foram-se apresentando. Para surpresa dos seus contemporâneos e do público, a BMW lançou uma gama completamente nova de modelos de motos no Outono de 1969, estes modelos tinham sido desenvolvidos durante as conjunturas da pior época do mercado. Todavia o momento era perfeito. Todos os grandes fabricantes tinham introduzido novas máquinas com maior capacidade em Inglaterra, Itália e Japão. Na Europa, as novas máquinas BMW foram introduzidas com bastante interesse.
Mantendo o princípio do motor Boxer bicilindrico, a BMW produziu largas quantidades de motores com o novo desenho. Os modelos de 500cc e de 600cc foram substituídos pela R75/5, uma máquina de categoria máxima, a qual encaixava perfeitamente na crescente categoria das 750cc. Não só os motores eram novos, com carburadores de pressão constante e arranque eléctrico na R75/5, mas também o novo quadro mais leve e a suspensão melhorada, asseguravam uma melhor maneabilidade.
Capa da revista Cycle World destacando a BMW R75/5
Em Setembro de 1969, as novas motos da BMW já não produziram e Munique mas sim nas instalações de Berlim-Spandeau, unidade que tinha já no passado servido para produzir motores de avião. Este movimento reflectia a significativa expansão que a produção de automóveis havia sentido dentro da marca bávara, apesar das motos BMW continuarem a ser desenhadas, desenvolvidas e construídas em Munique.
A Fábrica BMW de Berlim-Spandau
Com uma crescente procura de motos BMW, mais e 20 000 máquinas saíam da fábrica de Berlim, em 1973 a companhia celebrava o 50º aniversário das motos BMW e perfazia as 500 000 unidades produzidas. Nesse mesmo ano, a R90 S recebia um aumento na capacidade do motor com um significativo aumento da potência. O carácter desportivo da nova máquina via-se pela carenagem até então nunca aplicada numa moto de série. Consequentemente, Red Pridmore venceu o campeonato americano de superbikes com uma R90 S transformada.
A Sport-Turing R100 RS foi lançada em 1976, apresentando novamente um motor maior. Mas ainda mais espantoso foi a carenagem completa aplicada pela primeira vez numa moto de grande capacidade produzida em série, construída como parte integrante da moto e testada pela primeira vez em túnel de vento.
Não constituiu nenhuma surpresa o facto desta moto definir um novo conceito de moto destinada a grandes viagens em comodidade e prestação. Pela primeira vez o mundo via nascer uma verdadeira Sport-Turing.
Antes da introdução do modelo R45 e R65 em 1978, a companhia expandiu a sua gama com modelos Boxer de menor cilindrada. A BMW contava com oito modelos no mercado com as respectivas cilindradas 473, 599, 649, 797 e 980cc.
1973     Pela primeira vez a BMW aumenta o tamanho do motor ao lançar a R90/6 e a R90 S.
Cartaz publicitário da BMW R90S
1974     Klaus Enders pilota uma BMW RS e vence o Campeonato Mundial de Sidecar pela sexta vez. A BMW conquista o título de construtores em 20 ocasiões seguidas.
Selo Postal da Républica da Guiné Equatorial
homenageando Klaus Enders e Ralf Engelhardt
1976     A BMW lança a primeira máquina de produção de grande capacidade com uma carenagem completa, a R100 RS de 1000cc.
1977     As R45 e R65 juntam-se à gama de modelos. A produção anual de motociclos BMW ultrapassa o número de 30 000 unidades pela primeira vez.

BMR R45

1980     Montando uma BMW de 800cc, Rolf Witthöft vence o Campeonato Europeu Off-road. A versão comercial desta moto de enduro é lançada com o nome de R80 G/S, com mono braço basculante traseiro BMW Monolever. Entra em produção o sistema ABS de série

tags:

publicado por Cavalo Alado às 23:49
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De luciano luna a 6 de Junho de 2008 às 15:49
tenho uma bmw ano 50 intacta quanto ta o valor de uma desta hj???obrigado


De Cavalo Alado a 6 de Junho de 2008 às 20:28
Caro Luciano como certamente compreenderá o valor de qualquer motocicleta depende sobretudo de cada proprietário e de cada comprador, muito mais quando falamos de motos antigas. Os valores dependem de muitos factores, variando, obviamente de modelo para modelo, de série para série, de ano para ano e inclusivamente de pais para pais. Se atudo isto juntarmos o estado de conservação da moto em causa também poderão existir variantes abismais. De resto não conseguimos entender se a BMW que possuis é do ano de 1950 ou dos anos 50. Se o caso for o primeiro a tua moto só poderá ser uma R24 de 250cc ou uma R25 também de 250cc. Se quiseste dizer que a tua moto é dos anos 50, então podemos informar-te de que foram fabricados pela BMW entre 1950 e 1960 qualquer coisa como 14 modelos diferentes. Dada a pouca informação que nos deste sugerimos que nos contactes através do seguinte e-mail Alfredo.dog@hotmail.com afim de podermos fornecer-te melhor e mais detalhada informação. Ficámos muito honrados pela tua visita ao nosso Blog e esperamos poder ser mais úteis se assim o desejares. Um abraço da equipa do Cavalo Alado e do Grupo Motociclista DOG.


De Job de Azevedo Dantas a 16 de Agosto de 2010 às 22:48
Excelente o Blog e a evolução descrita da BMW. Parabéns.
Tenho uma BMW GS 1150 Adv 2005.


Comentar post


Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


CALENDARIO DE EVENTOS

BLACK SABBATH 1ª Parte

BLACK SABBATH 2ª Parte

CALENDÁRIO DE EVENTOS

FREEBIRD

CALENDÁRIO DE EVENTOS

MISSA

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ESTAMOS DE LUTO

CONCENTRAÇÃO FARO 2011

ambiente(4)

as dez melhores motos de sempre(10)

biker lady accessories(1)

breve história dos motociclos(6)

calendário(103)

campeões de motociclismo(2)

cavalo alado saloon(4)

cavalo de ferro (opinião)(10)

choque(1)

choque!(6)

comemorações(23)

concentrações(11)

dakar teck(17)

destinos(2)

ética(10)

galeria de arte(11)

gastronomia e culinária(11)

histórias de motociclistas(17)

humor(23)

jogos(2)

legislação(5)

lendas do motociclismo(7)

lêr(10)

lisboa-dakar 2008(2)

loja das motos do cavalo alado(3)

luis torres 006(11)

marcas(35)

mecânica(5)

modalidades(1)

modelos(18)

moto gp 2007(30)

moto gp 2008-equipas e pilotos(8)

moto gp 2008-provas(16)

o grupo dog(2)

opinião(42)

os anjos(2)

os nossos panos(12)

ouvir(29)

poesia(22)

r.i.p.(2)

recados(132)

sabia que...(9)

segurânça(16)

spain tour(4)

tipos de motos(6)

vêr(22)

todas as tags

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Abril 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Weather Forecast | Weather Maps