Sexta-feira, 6 de Junho de 2008

Moto GP Grande Prémio da Catalunha

NOTA: Este Post será actualizado durante o fim de Semana, sempre que surjam noticias sobre os acontecimentos em Montmeló, assim contamos poder informar hoje mesmo sobre a classificação dos treinos livres em Moto GP, Sábado informaremos sobre a pole position definitiva e no Domingo estaremos "em cima do acontecimento" para mais uma vez sermos os primeiros a divulgar os resultados da prova rainha do motociclismo mundial. Obrigado pela vossa visita.

 

Por motivos técnicos alheios à nossa vontade, não nos é possivél inserir videos neste Blog, pelo facto pedimos as nossas mais sinceras desculpas.

 

 

2008

 

 

GRANDE PRÉMIO DA CATALUNHA
Circuito de Montmeló

 

INAUGURAÇÃO: 1991
ÚLTIMA REMODELAÇÃO: 2007
COMPRIMENTO: 4.727 m
LARGURA: 12 m
RECTA MAIOR: 1047 m
CURVAS: 13 (5 para a esquerda e 8 para a direita)

 

 

 

Este será o 17º ano consecutivo que o Circuito da Catalunha recebe o Campeonato do Mundo de MotoGP, o primeiro ano foi em 1992.

 

O Cavalo Alado leva-o numa viagem pelo tempo para rever a história dos Grandes Prémios no Circuito da Catalunha, em Montmeló, nos arredores de Barcelona.

 

1992 – A primeira corrida de 500cc na Catalunha teve representantes de três marcas diferentes no pódio, com Wayne Rainey, aos comandos de uma Yamaha, a vencer sobre Mick Doohan, com uma Honda, e Doug Chandler, com uma Suzuki. O pódio das 250cc foi composto por italianos: Luca Cadalora em primeiro, Loris Capirossi em segundo e Max Biaggi, com 20 anos, em terceiro depois de largar da pole pela primeira vez na carreira.

 

1993 – Pelo segundo ano consecutivo o pódio das 500cc contou com três marcas diferentes; os dois primeiros foram os mesmos de 1992, mas desta feita com Kevin Schwantz a terminar em terceiro com uma Suzuki. Max Biaggi venceu as 250c, a sua única vitória do ano com uma Honda preparada por Erv Kanemoto.

 

1994 – Terceira vitória consecutiva da Yamaha nas 500cc, mas com Luca Cadalora, enquanto Doohan foi segundo pelo terceiro ano seguido. Biaggi voltou a ganhar nas 250cc, partilhando o pódio com os compatriotas Loris Capirossi e Doriano Romboni.

 

1995 – Alex Criville venceu as 500cc, tornando-se no primeiro espanhol a vencer um Grande Prémio na Catalunha. Biaggi ganhou as 250cc pelo terceiro ano consecutivo.

 

1996 – Pela segunda vez consecutiva um espanhol ganhou as 500cc, desta feita foi Carlos Checa que somou a primeira vitória da carreira e com Mick Doohan a terminar em segundo pela quarta vez no circuito. Esta foi a 100ª vitória da Honda nas 500cc e também o maior domínio por parte da marca na história da categoria rainha com os oito primeiros classificados a rodarem com motos Honda. Biaggi voltou a ganhar nas 250cc com uma Aprilia.

 

1997 – Doohan somou a primeira vitória no circuito da Catalunha depois de longa batalha com os heróis locais Checa e Crivillé. Ralph Waldman bateu o Sr. De Montmeló nas 250cc, Biaggi, depois de ter saído de pista nos momentos iniciais da corrida e consequente queda par a nona posição antes de recuperar. Valentino Rossi averbou a primeira vitória nas 125cc da Aprilia na Catalunha a caminho do seu primeiro título mundial.

 

1998 – Doohan acabou por ganhar depois de cruzar a meta atrás de Biaggi, que foi posteriormente desclassificado por ignorar uma penalização de passagem pela via de boxes e consequente bandeira preta por ter ultrapassado sob bandeiras amarelas na segunda volta. Valentino Rossi venceu nas 250cc à frente dos companheiros de equipa da Aprilia Tetsuya Harada e Capirossi.

 

1999 – Crivillé repetiu a vitória de 1995 depois de longa batalha durante a corrida com o companheiro de equipa Tady Okada, triunfando por 0,061s com o piloto oficial da Honda Sete Gibernau a completar o pódio naquela que foi a sua segunda corrida com a V4 da Honda. Rossi repetiu a vitória nas 250cc a caminho do título.

 

2000 – Kenny Roberts deu à Suzuki a primeira vitória no circuito da Catalunha numa corrida disputada sob chuva. Olivier Jacque deu à Yamaha a única vitória nas 250cc na Catalunha.

 

2001 – Rossi venceu a corrida de 500cc perante à frente do seu maior rival, Biaggi. Com esta vitória Rossi tornou-se no primeiro piloto a vencer na Catalunha em todas as classes.

 

2002 – Rossi ganhou a primeira corrida de MotoGP disputada na Catalunha, batendo o companheiro de equipa Tohru Ukawa.

 

2003 – Uma vitória histórica por parte de Capirossi, que deu o primeiro triunfo de sempre da Ducati na categoria rainha dos Grandes Prémios e a primeira em qualquer classe desde que Mike Hailwood ganhou o GP da Irlanda de 125cc de 1959. Dani Pedrosa tornou-se no primeiro espanhol a vencer o GP de 125cc no circuito da Catalunha.

 

2004 – Rossi deu à Yamaha a primeira vitória na categoria rainha na Catalunha desde Cadalora, em 1994. Marco Melandri foi terceiro, o seu primeiro pódio numa máquina de MotoGP.

 

2005 –Rossi ganhou pela quarta vez na categoria rainha, batendo o herói local Gibernau. As 250cc assistiram ao primeiro pódio da história composto totalmente por adolescentes: Pedrosa, Casey Stoner e Andrea Dovizioso. A vitória de Pedrosa foi a primeira nas quarto de litro na Catalunha por parte de um espanhol.

 

2006 – Outra vitória de Rossi numa corrida que foi reiniciada depois de brutal queda com vários pilotos na primeira curva e que deixou Capirossi, Gibernau e Melandri de fora.

 

2007 – Casey Stoner vence mais esta prova do campeonato de onde sairia vencedor. Valentino Rossi foi segundo classificado e Dani Pedrosa em Honda obteve a terceira posição.

 

Sexta Feira dia 6 de Junho

 

PRIMEIROS TREINOS LIVRES

 

Dani Pedrosa foi o mais rápido na primeira sessão de treinos livres para o GP da Catalunha, na Espanha, nesta sexta-feira.

Com um tempo de 1min43s691, o espanhol da Repsol Honda superou em 0s144 o heptacampeão Valentino Rossi, que ficou logo à frente de seu companheiro de Yamaha, o jovem Jorge Lorenzo.

Chris Vermeulen e Colin Edwards, respectivos quarto e quinto colocados, completaram as cinco primeiras posições, enquanto o actual campeão da categoria, Casey Stoner, da Ducati, concluiu a actividade no discreto oitavo lugar.

 

 Confira os tempos da primeira sessão em Barcelona:

1º. Dani Pedrosa (ESP/Repsol Honda), 1min43s691
2º. Valentino Rossi (ITA/Yamaha), 1min43s835
3º. Jorge Lorenzo (ESP/Yamaha), 1min43s961
4º. Chris Vermeulen (AUS/Suzuki), 1min43s968
5º. Colin Edwards (EUA/Yamaha), 1min43s971
6º. Alex de Angelis (ITA/Honda), 1min44s021
7º. Andrea Dovizioso (ITA/Honda), 1min44s163
8º. Casey Stoner (AUS/Ducati), 1min44s245
9º. Loris Capirossi (ITA/Suzuki), 1min44s251
10º. James Toseland (ING/Yamaha), 1min44s263
11º. John Hopkins (EUA/Kawasaki), 1min44s291
12º. Shinya Nakano (JAP/Honda), 1min44s378
13º.Randy de Puniet (FRA/Honda), 1min44s388
14º. Nicky Hayden (EUA/Honda), 1min44s482
15º. Marco Melandri (ITA/Ducati), 1min44s649
16º. Anthony West (AUS/Kawasaki), 1min45s416
17º. Sylvain Guintoli (FRA/Ducati), 1min45s474
18º. Toni Elias (ESP/Ducati), 1min46s064

 

 

Dani Pedrosa

 

SEGUNDOS TREINOS LIVRES

 

Dani Pedrosa foi absoluto nos dois treinos livres desta sexta-feira da MotoGP no circuito de Barcelona.

Correndo "perto de casa", o espanhol fez a melhor marca do dia na segunda sessão, 1min43s017. Mesmo assim, o piloto da Repsol Honda ficou menos de 0s1 à frente do quarto colocado, Casey Stoner.

Loris Capirossi foi a surpresa do segundo treino, a 0s006 de Pedrosa. O líder do campeonato, Valentino Rossi, ficou em terceiro, a 0s073, e Stoner, a 0s082.

Jorge Lorenzo sofreu um grave acidente quando estava na quinta volta lançada e não correrá esta etapa.


Confira os tempos da segunda sessão em Barcelona, sede da sétima etapa da MotoGP:

1º. Dani Pedrosa (ESP/Repsol Honda), 1min43s017

2º. Loris Capirossi (ITA/Rizla Suzuki), a 0s006
3º. Valentino Rossi (ITA/Fiat Yamaha), a 0s073
4º. Casey Stoner (AUS/Ducati Marlboro), a 0s082
5º. Alex de Angelis (RSM/San Carlo Honda Gresini), a 0s216
6º. Chris Vermeulen (AUS/Rizla Suzuki), a 0s351
7º. Shinya Nakano (JAP/San Carlo Honda Gresini), a 0s425
8º. James Toseland (GBR/Yamaha Tech 3), a 0s462
9º. Nicky Hayden (EUA/Repsol Honda), a 0s597
10º. Colin Edwards (EUA/Yamaha Tech 3), a 0s651
11º. Andrea Dovizioso (ITA/JiR Scot), a 0s690
12º. Randy de Puniet (FRA/LCR Honda), a 0s725
13º. Jorge Lorenzo (ESP/Fiat Yamaha), a 0s984
14º. John Hopkins (EUA/Kawasaki), a 1s026

 

 

Sábado dia 7 de Junho

 

TERCEIROS TREINOS LIVRES

 

Casey Stoner liderou a última sessão de treinos livres da MotoGP em Barcelona, na Catalunha, neste sábado, e contou com uma dose de sorte.

O actual campeão registrou os dois melhores tempos da manhã em voltas consecutivas quando restavam 17 minutos para o fim, poucos instantes antes de chover.
O volta mais rápida do australiano da Ducati foi 1min43s013, 0s112 mais veloz que a de Nicky Hayden, o segundo colocado. O americano chegou a essa marca meia hora antes de Stoner ir para a ponta.

Compatriota do campeão de 2006, Colin Edwards ficou em terceiro, à frente de seu ex-companheiro de equipe, Valentino Rossi, o quarto.

 

Confira os tempos da sessão realizada em Barcelona:

1º. Casey Stoner (AUS/Ducati Marlboro), 1min43s013

2º. Nicky Hayden (EUA/Repsol Honda), a 0s112
3º. Colin Edwards (EUA/Yamaha Tech 3),a 0s230
4º. Valentino Rossi (ITA/Fiat Yamaha), a 0s240
5º. Chris Vermeulen (AUS/Rizla Suzuki), a 0s248
6º. James Toseland (GBR/Yamaha Tech 3),a 0s281
7º. Randy de Puniet (FRA/LCR Honda), a 0s343
8º. Dani Pedrosa (ESP/Repsol Honda), a 0s362
9º. Andrea Dovizioso (ITA/JiR Scot), a 0s695
10º. Loris Capirossi (ITA/Rizla Suzuki), a 0s934
11º. John Hopkins (EUA/Kawasaki), a 1s018
12º. Sylvain Guintoli (FRA/Alice Team), a 1s081
13º. Alex de Angelis (RSM/San Carlo Honda Gresini), a 1s113
14º. Shinya Nakano (JAP/San Carlo Honda Gresini), a 1s545
15º. Marco Melandri (ITA/Ducati Marlboro), a 1s578
16º. Toni Elias (ESP/Alice Team),a 1s949
17º. Anthony West (AUS/Kawasaki), a 2s287

 

 

Casey Stoner

 

TREINOS CRONOMETRADOS

 

Casey Stoner conquistou a pole position do GP da Catalunha em um treino classificatório emocionante neste sábado, em Barcelona. O australiano derrotou os pilotos da Honda quando o cronômetro já estava zerado.

Nos últimos minutos, parecia que seria uma dobradinha da fabricante japonesa. Nicky Hayden teve chances de superar seu companheiro Daniel Pedrosa, mas o espanhol deu uma resposta no último segundo.

Os dois, porém, não contavam com uma volta voadora do actual campeão, que, no fim das contas, superou Pedrosa por 0s083. Foi a sétima pole do piloto da Ducati na MotoGP, a primeira nesta temporada.

Randy de Puniet obteve uma boa quarta posição no grid. O francês foi um dos líderes provisórios da sessão, assim como Colin Edwards, Loris Capirossi e os três primeiros colocados.

Edwards ficou em quinto, à frente de James Toseland, Andrea Dovizioso e Chris Vermeulen. Só aí apareceu Valentino Rossi, em nono, num treino apagado.

O GP da Catalunha não será nada fácil para a Yamaha. Além do italiano na nona posição, a equipe terá de superar o fato de que não contará com Jorge Lorenzo, que sofreu mais um acidente ontem e está com uma concussão cerebral.

 

POLE POSITION


Confira o grid da sétima etapa de 2008:

1º. Casey Stoner (AUS/Ducati Marlboro), 1min41s186

2º. Dani Pedrosa (ESP/Repsol Honda), a 0s083
3º. Nicky Hayden (EUA/Repsol Honda), a 0s251
4º. Randy de Puniet (FRA/LCR Honda), a 0s385
5º. Colin Edwards (EUA/Yamaha Tech 3), a 0s423
6º. James Toseland (GBR/Yamaha Tech 3), a 0s634
7º. Andrea Dovizioso (ITA/JiR Scot), a 0s867
8º. Chris Vermeulen (AUS/Rizla Suzuki), a 1s179
9º. Valentino Rossi (ITA/Fiat Yamaha), a 1s241
10º. Alex de Angelis (RSM/San Carlo Honda Gresini), a 1s394
11º. Toni Elias (RSM/San Carlo Honda Gresini), a 1s457
12º. Shinya Nakano (JAP/San Carlo Honda Gresini), a 1s462
13º. Loris Capirossi (ITA/Rizla Suzuki), a 1s622
14º. John Hopkins (EUA/Kawasaki), a 1s633
15º. Sylvain Guintoli (FRA/Alice Team), a 2s018
16º. Marco Melandri (FRA/Alice Team), a 2s533
17º. Anthony West (AUS/Kawasaki), a 3s372

 

Domingo dia 8 de Junho

 

CORRIDA

 

Daniel Pedrosa foi soberano no GP da Catalunha deste domingo, em Barcelona

 

O espanhol da Honda partiu da segunda posição, mas já na largada passou para primeiro e começou a abrir vantagem até chegar ao ponto de poder administrá-la.

Acabou com 2s806 sobre o segundo colocado, Valentino Rossi, e assim obteve sua segunda vitória nesta temporada após sete corridas.

Rossi também foi destaque da prova. Largou em nono, completou a primeira volta em oitavo, subiu para a sétima posição em seguida e já na quinta volta foi para sexto após uma manobra contra Nicky Hayden. Na abertura do sétimo giro, ultrapassou Randy de Puniet e pulou para quinto. Foi para quarto quando superou Colin Edwards.

E, na nona volta, deu espetáculo: passou Andrea Dovizioso e Casey Stoner para assumir a segunda colocação, que ainda estava incerta.

O australiano não deu moleza para o italiano. Manteve-se próximo e, no começo da 17ª volta, recuperou o segundo lugar. Mas, na penúltima volta, Rossi levou a melhor e garantiu-se somente atrás de Pedrosa.

Dovizioso cruzou a linha de chegada em quarto. Passou para terceiro na largada e chegou a ser segundo em duas ocasiões, em erros de Stoner.

Edwards e James Toseland, companheiros na Tech 3 Yamaha, completaram os seis primeiros de uma corrida que teve 13 pilotos que a concluíram.

O destaque negativo ficou por conta de Toni Elías, que foi punido por queima de largada e não cumpriu. Assim, levou bandeira preta e foi desclassificado.

 

 Dani Pedrosa, na Catalunha

Daniel Pedrosa, vencedor do GrandePrémio da Catalunha em moto GP

 

 

Confira o resultado da sétima etapa desta temporada:

1º. Dani Pedrosa (ESP/Repsol Honda), 43min02s175
2º. Valentino Rossi (ITA/Fiat Yamaha), a 2s806
3º. Casey Stoner (AUS/Ducati Marlboro), a 3s343
4º. Andrea Dovizioso (ITA/JiR Scot), a 10s893
5º. Colin Edwards (EUA/Yamaha Tech 3), a 16s426
6º. James Toseland (GBR/Yamaha Tech 3), a 21s482
7º. Chris Vermeulen (AUS/Rizla Suzuki), a 21s548
8º. Nicky Hayden (EUA/Repsol Honda), a 22s280
9º. Shinya Nakano (JAP/San Carlo Honda Gresini), a 22s375
10º. John Hopkins (EUA/Kawasaki), a 46s835
11º. Marco Melandri (ITA/Ducati Marlboro), a 57s991
12º. Anthony West (AUS/Kawasaki), a 59s168
13º. Sylvain Guintoli (FRA/Alice Team), a 1min00s779

Não completaram:

Randy de Puniet (FRA/LCR Honda), 11 voltas
Alex de Angelis (RSM/San Carlo Honda Gresini), 10 voltas
Loris Capirossi (ITA/Rizla Suzuki), 10 voltas
Toni Elias (ESP/Alice Team), 7 voltas

 


publicado por Cavalo Alado às 00:28
link do post | comentar | favorito

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30