Quinta-feira, 26 de Fevereiro de 2009

DOUGLAS

 

 

 

 

Uma das primeiras fábricas do mundo a produzir motocicletas (e não bicicletas motorizadas) a fábrica inglesa Douglas começou sua produção em 1909, levando o exercito Inglês a adotar largamente esta marca. As Douglas foram na sua maioria equipadas com motores boxer e sempre apresentaram soluções avançadas de mecânica para a época. Em 1930 a marca Douglas tinha modelos com válvulas no cabeçote (ohc) e em 1945 a Douglas surpreendeu o mundo com um novo modelo de suspensão traseira de quadro elástico utilizando barras de torção. O slogan da fábrica era "As motos de 2 cilindros são as melhores e a Douglas é a melhor moto de 2 cilindros". A última moto produzida pela fábrica foi a "Dragonfly" em 1957. Hoje em dia são raras as motocicletas Douglas restauradas.

 

 

Os irmãos William e Edward Douglas fundaram a Douglas Egineering Company em Bristol em 1882. A pequena serralharia de que eram proprietários transformou-se numa fundição, a qual obteve os direitos de fabricação do motor de dois cilindros opostos desenhado por W. J. Barter, fundador da Light Motors Ltd.
Barter já tinha produzido o seu primeiro motor monocilindrico entre os anos de 1902 e 1904, e de seguida aventurou-se na construção de um motor com dois cilindros opostos baptizado de Fair. Contudo a sua aposta viria a ter como consequência a falência da Light Motors Ltd em 1907. A partir de 1907 iniciou-se logo a comercialização da Douglas 350cc equipada com este tipo de motor.

 

Fairy c1907

Douglas Fairy 1907

 

 

Douglas 340cc 1909

 

Douglas 1910

 

Model D c1910

Douglas modelo D 1910

 

Douglas 1911

 

 

Douglas 1913

 

 1914 Douglas motorcycle model O

Douglas modelo O de 1914

 

3.5 hp c1914

Douglas 3,5 cavalos 1914

 

Douglas 1914

 

Douglas 1914 modelo W

 

Douglas modelo V 1914

 

Douglas modelo U 1914

 

Em 1915 o motor surgia aplicado nos modelos Douglas de forma longitudinal e com a transmissão final a cargo de uma correia e cuja ignição era já eléctrica.
Durante a Primeira Guerra Mundial a Douglas foi o maior fornecedor do Exército Britânico, com um número de unidades fornecidas que superavam as 70 000.
Nos anos 20, a Douglas inventa e constrói os primeiros travões de disco e obtém a preferência oficial para fornecer motos aos príncipes Britânicos Alberto e Henry.

 

Douglas 600cc 1918

 

 

 

Douglas Motorcycles Kingswood Bristol

Fábrica da Douglas em Bristol

 

Douglas Factory

 

 

 

Fábrica Douglas

Speedway model

Douglas Speedway

 

Anuncio Douglas de 1919

 

 

 

1922 Douglas motorcycle
Douglas 1922 

 

A Douglas também se popularizou em corridas de terra e em 1923 o modelo RA equipado com travões de disco destacou-se nesta modalidade. Este sucesso vocacionou a Douglas para a construção de motociclos destinados à terra. As motos depressa cresceram em tamanho e potência, vindo a ser equipadas com motores de 500 e 600cc e cujos modelos tomavam a denominação de DT5 e DT6.
Os motores possuíam cabeças hemisféricas e uma pequena caixa de velocidades forjada e muito rígida.
A Douglas obteve bastante sucesso em corridas de trial e não só. Doze motos desta marca competiam em provas do TT Júnior e Sénior e outras três no campeonato de side-cars, durante o ano de 1923. Este ataque massivo às competições fez com que a Douglas acabasse por vencer o TT da Ilha de Man. Tom Sheard venceu o TT Sénior 500cc e a Douglas venceu ainda a primeira prova da Ilha de Man destinada a side-cars, sob os comandos de Freddie Dixon.
 
 
               A Moto de Tom Sheard            Freddie Dixon e Walter Danny em 1923
 
Nesse ano a volta mais rápida seria registada por Jim Whalley que levou a sua Douglas à velocidade de 95 Km/h. No TT Júnior a Douglas classifica-se em 3ª posição no mesmo ano. No final de 1923 Jim Whalley vence o Grande Prémio de França, prova com 463 Km de distância, uma outra Douglas viria a vencer a maratona Durban-Joanesburgo, percorrendo os 690 Km da prova a uma média de 69 Km/h, um feito notável obtido por Percy Flook e pela sua Douglas de 2,75 cavalos de potência. Este também foi o ano do triunfo de Jim Whalley na corrida espanhola das 12 horas enquanto que Alec Bennett conquista o primeiro lugar no TT de Welsh.
Durante três anos a Douglas dominou as corridas em terra batida.

 

Douglas 1923

 

Model OB c1924

Douglas Modelo OB 1924

 

Douglas RA25 500/600cc 1925

 

O modelo de corrida AR (ou SW) da Douglas ilustra de maneira definitiva seu centro de graviadade ultrabaixo nesta foto de corridas veteranas.

 

A famosa máquina de corrida Douglas Freddie Dixon e seu sidecar, hoje no National Motor Museum da Inglaterra. O passageiro simplesmente empurrava uma alavanca fora do sidecar, fazendo com que ele e a máquina se dobrassem ao meio nas rampas ou nas curvas.

 

Model CW c1925

Douglas Modelo CW 1925

 

Side Cars Douglas em 1928

 

Douglas E32 1928 

 

Em 1929, o ano de maior sucesso em provas desportivas a Douglas comercializou 1200 motocicletas.

 

Anuncio Douglas 1929

 

 

 

 

Manual Douglas 1930

 

 CATÁLOGO DOUGLAS DE 1930

 

 

 

 

 

 

 

A Douglas ganhou enorme notoriedade durante os anos de 1932 e 1933, quando Robert Edison Fulton Jr. Se tornou o primeiro homem a dar a volta ao mundo em moto, aos comandos de uma Douglas de 6 cavalos, equipada com pneus de automóvel. O relato desta aventura encontra-se publicado no livro “One man Caravan”

 

Douglas SW6 1932

 

Douglas DT5 1932

 

Douglas D32 1932

 

Douglas H32 1932

 

Anuncio Douglas 1932

 

Douglaas C32 1932

 

1933 Douglas OHV

Douglas OHV 1933 

 

A Douglas ganhou enorme notoriedade durante os anos de 1932 e 1933, quando Robert Edison Fulton Jr. Se tornou o primeiro homem a dar a volta ao mundo em moto, aos comandos de uma Douglas de 6 cavalos, equipada com pneus de automóvel. O relato desta aventura encontra-se publicado no livro “One man Caravan”

 

Douglas round the world

Foi com este modelo que deu a volta ao mundo

 

 

 
O modelo Endeavour, equipado com motorização de 494cc surge em 1934. Tal como todos os outros construtores na época, a Douglas estava atenta a outros meios de transporte e em 1935 a empresa adquire a BAC, Bond Aircraft and Engineering Company.
 

Endeavor c1935

Douglas Endeavor 1935

 

 Aero c1938

Douglas Aero 1938

 

Anuncio Douglas 1945 

 

A produção de motos continuou até à Segunda Guerra Mundial e estendeu-se ao ramo dos geradores eléctricos.
 
Gerador eléctrico Douglas
 
Em 1948, pouco depois da Guerra a Douglas encontrava-se de novo em dificuldades e via-se obrigada a reduzir a sua produção apenas a máquinas de 350cc. O modelo Dragonfly 350cc de 1955 foi o último modelo produzido pela Douglas. A Westinghouse Brake and Signal viria a adquirir a Douglas e a produção cessa definitivamente em 1957.

 

Anuncio Douglas de 1948

 

 Douglas 1948 350cc

 

 

Anuncio Douglas 1948

 

Anuncio Douglas 1949

 

Douglas Bantam

Douglas Bantam

 


Douglas MK 4 350cc

 

Douglas MARK IV 350cc
 
Velocidade máxima              120 km/h
Motor                                  boxer 4 tempos
Potência                             24hp a 5500rpm
Deslocamento do pistão       348cc
Suspensão traseira              barras de torção
Suspensão dianteira             semelhante a de avião/lambretta
Mudanças                           4
Peso                                   158kg
Taxa de compressão            1:7,25

 

 

 

Anuncio Douglas 1951

 

80 Plus

Cartaz Douglas Plus

 

80 plus c1951

Douglas 80 plus C1951

 

Manual Douglas MK5

 

Mark 5

Douglas Mark 5

  

DOUGLAS DRAGONFLY 1955

 

Dragonfly

Douglas Dragonfly

 

 

Bailey Coles sprinter

A Douglas de competição de Bailey Coles

 

Alex Kynoch veteran Douglas motorcycle dirt track racing
Alex Kynoch

 

 

  


 

Actualmente a Douglas mantém a sua actividade, limitando-se a importar e comercializar as scooters Vespa e anteriormente representou também no Reino Unido a marca italiana Gilera.
 

 100 years of Douglas

 

 

tags:

publicado por Cavalo Alado às 18:06
link do post | comentar | favorito

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30