Terça-feira, 7 de Agosto de 2007

HONDA

 

Desde a sua fundação em 1948, a Honda transformou-se numa organização global empregando mais de 100.000 associados, com uma rede de 104 fábricas em 39 países.

No entanto, a Honda construiu o seu nome com os motociclos e ainda produz o veículo mais produzido em todo o mundo, o ciclomotor Cub C100 de 50 cm3 a 4 tempos. Lançado em 1958 e publicitado com o slogan "Conhecerá a gente mais gira numa Honda", venderam-se cerca de 30 milhões, ultrapassando as vendas do VW Carocha e do Ford Modelo T.

A Honda é o maior fabricante mundial de motores - incorporados numa diversificada gama de produtos incluindo motociclos, automóveis, geradores, corta-relvas, máquinas agrícolas e motores fora de bordo. Os nossos motores estão no centro de pequenas ferramentas eléctricas até turbo-propulsores para aviões experimentais e são vendidos em todo o mundo.

A história da Honda abrange metade da vida da indústria de motores a nível global.

 

 

Primeiros Dias (1947) 

Os primeiros motores da Honda foram uma contribuição prática para a mobilidade no Japão no pós-guerra. Montaram-se pequenos e pouco evoluídos motores Mikuni a 2 tempos (anteriormente geradores para equipamento agrícola) em quadros de bicicletas. No Japão pós-guerra, estes modelos de recurso foram um sucesso imediato.

Em 1947, quando o stock de motores Mikuni de excedentes de guerra se esgotou, Soichiro Honda desenvolveu o motor 'Tipo A' de 50 cm3. 
No Japão pós-guerra, o comércio mal se organizara e Honda estabeleceu o Instituto de Pesquisa Técnica Honda em 1946. Foi Takeo Fujisawa, que entrou para a Honda 17 meses mais tarde e que criou a estrutura comercial da firma com um capital de 1 milhão de iénes, quem fundou a Honda Motor Company Ltd., para produzir o novo motor 'Tipo E' de 90 cm3 que equipava um motociclo e um triciclo de distribuição.
Em 1949, foi lançado o 'Tipo D' Honda Dream de 98 cm3 e 3 cv e, pouco tempo depois, o sofisticado 'Tipo E' de 146 cm3 e 72 km/h. A 'Tipo E' Dream foi um triunfo técnico para a Honda, com um cilindro de 146 cm3 e três válvulas à cabeça - duas de admissão e uma de escape - accionadas por touches.
Com o advento da guerra da Coreia nos anos 50, a economia japonesa cresceu, tal como os concorrentes da Honda.

 

 

A Honda Entra no Motociclismo de Competição (1954 ) 

Apesar do aumento de concorrência, a Honda passou a primeiro constructor japonês de motociclos e, em Março de 1954, enviou uma equipa de competição a São Paulo, no Brasil . 

Em 1954, Soichiro Honda levou a Honda a participar nas corridas TT da Ilha de Man em Inglaterra, convencido de que ganhar um TT convenceria os compradores de motociclos em todo o mundo da excelência e qualidade da Honda. 

A concorrência por parte das marcas estabelecidas era enorme e a Honda verificou que as dominantes NSU e Gilera desenvolviam o triplo da potência dos seus motores Honda, que só atingiam as 7.000 rpm.

Por alturas de 1959, a Honda começou a ver resultados. Os seus motores desenvolviam 16 cv às 14.000 rpm e conquistou o prémio de construtores, terminando em 6º, 7º e 8º no TT de 125 cm3.
Em 1960, a Honda terminou em 4º, 5º e 6º na classe de 250 cm3 e em 6º, 7º, 8º, 9º e 10º na corrida de 125 cm3, com a preparação e determinação da Honda a ganhar respeito muito antes de ganhar um TT abertamente. 
Em 1961, quando a Honda e Mike 'The Bike' Hailwood ficaram com os cinco primeiros lugares nas corridas de 250 e 125 cm3, o London Daily Mirror escreveu que as máquinas eram "construídas como belos relógios" e a Honda passou a ser uma empresa mundial.

 

 

 

 

SOICHIRO HONDA

 "A história de um sonho"

 

Em 17 de novembro de 1906, nascia na aldeia de Komyo, na cidade de Hammamatsu, no Japão,  o filho mais velho de um ferreiro. Seu nome, Soichiro Honda.

Era uma criança curiosa, que desde muito cedo ficava observando os motores, encantado com seus barulhos, cheiros e segredos !

Nunca foi um bom aluno, pois não se interessava pelas teorias dos livros, preferindo a prática das coisas !

Aos 8 anos, já havia construido uma bicicleta e,  aos 13 já tinha uma série de pequenas "invenções" !

Aos 16 anos, Honda vai para Tokio como aprendiz numa oficina mecânica , e poucos anos mais tarde, volta para Hammamatsu e abre a sua própria oficina.

Aos 25 anos, sua oficina já havia crescido e se tornado muito lucrativa ! Honda pôde começar a sua vida excentrica !  Construiu um barco de corrida, e um carro muito potente, com motor de avião American Curtiss Wright ! 

Sempre metido em todo tipo de competição, certa vez , em um rali de velocidade, com um Ford incrementado, Honda sofre grave acidente, ficando 18 meses em recuperação !  Isso freiou um pouco seu ímpeto de "playboy" , fazendo encarar a vida com mais seriedade !


Nos bons tempos das competições !!

Já com 30 anos, decide fabricar peças ao invés de consertá-las, e começa a fabricar anéis para pistões.  Mas fabricar não era tão fácil como pensava, e apesar da estrutura ( 50 funcionários e sede prórpia), Honda passou por um período muito difícil.  Seus recursos quase acabaram !

Depois de muita pesquisa, Honda descobre (com a ajuda de um antigo professor) o que faltava na liga dos anéis : o silício !

Finalmente, em final de 1937, a  "Tokai Saiki Heavy Industries" começa a fabricar anéis de qualidade e se torna novamente (muito) rentável !

Honda decide estudar mais os metais e entra no Instituto de Tecnologia de Hammamatsu. Como nunca foi estudioso, só assistia as aulas que lhe interessava. Quando o reitor foi explicar que não poderia receber o diploma, Honda lhe diz: "Diploma ? Isso vale menos que um ingresso de cinema. O ingresso lhe garante a entrada no cinema pois voce pagou, e o diploma não garante que se possa ganhar a vida com ele ... " 

(em suas empresas, as pessoas sempre foram promovidas pelo trabalho e competência, independente do grau de instrução )

Na época da 2ª guerra, começou a produzir hélices para a Força Aérea Japonesa. Mas a região onde estava instalado sofreu muitos bombardeios, e em janeiro de 1945, um terremoto acaba de destruir ao que restara dos bombardeios !

A rendição do Japão se dá quando Honda lutava para reconstruir suas máquinas e instalações !  Com futuro incerto, Honda vende sua fábrica para a Toyota ,que era cliente de seus anéis.

Um pouco desiludido, Honda fica um tempo fora do circuito, gastando parte do dinheiro da venda na "vida boa" !

Mas , ambicioso e predestinado, em outubro de 1946, cria o Instituto  de Pesquisas Técnicas Honda , no centro de Hammamatsu.

O Japão pós guerra estava caótico e um dos piores problemas era o transporte. Com o racionamento de combustível e trens lotados, Honda pensa pela primeira vez nas motocicletas !  Comprou então um lote de motores usados para geradores, e com sua capacidade criativa, os adaptou em bicicletas, e logo estava vendendo os primeiros ciclomotores !

O primeiro lote de 500 motores  arrematados foram vendos rapidamente, e Honda começou a projetar seu próprio motor. Era um motor de 50 cc com potência de 0,5 cavalo.  O sucesso de vendas foi tanto , que em setembro de 1948, era fundada a Honda Motor Company !

O primeiro ciclomotor Honda era de 90 cc, chamado de A.  Este ciclomotor era conhecido como "Chaminé" pois a mistura combustível era rica em terebentina devido ao racionamento de gasolina, e fazia muita fumaça !


O "Chimenae" ou "Chaminé" modelo A

Mas Honda queria algo mais, e após vários protótipos, em 1949 nasce a primeira motocicleta Honda, com 98 cc, 3 cavalos , que seria chamada muito apropriadamente de "Dream" (sonho) !


A avó de todas as Hondas !!

A partir daí, a história de Soichiro se confunde com a própria história da Honda !  Sua competencia e genialidade , sempre a frente dos negócios , e sempre dinamico, fizeram da Honda a maior industria motociclistica do mundo !


Soichiro e seu inseparável amigo e sócio  Fujisawa
 

Soichiro parecia que nunca estava satisfeito, e sempre incentivou as pesquisas,  o que levou a Honda a participar de competições de motos e carros, invariavelmente com incrível sucesso !

Emprendedor, fabrica carros, motos, geradores , motores de popa, máquinas agricolas, e muitos outros produtos, mas sempre sob sua batuta !

 

         

Soichiro discursando na Honda Brasil em 1973, instalada num galpão no bairro da Pompéia em São Paulo

 

Soichiro Honda não só fundou a maior empresa de motocicletas, mas principalmente popularizou o motociclismo e introduziu um alto nível de tecnologia e confiabilidade em veículos de duas rodas !

Infelizmente, nada é eterno  !  Em 5 de agosto de 1991, Soichiro não resiste aos sérios problemas hepáticos , e deixa , aos 84 anos,  o mundo do motociclismo orfão !

Foi uma vida inteira dedicada aos projetos audaciosos !

Em final de 1999, Soichiro é eleito por jornalistas do mundo inteiro, o "Motociclista do Século", aliás , um título prá lá de justo !!


Grande figura !!

 

E, graças ao seu sonho e sua grande obra, nós motociclistas só temos que  agradecer, e muito !!  Arigatô, Soichiro !!

 

"Eu vivo no presente, para construir o futuro, com a experiência do passado"

Soichiro Honda (1906 - 1991)

 

Por Ricardo Pupo (Brasil)

http://www.motosclassicas70.com.br/soichiro_honda.htm

tags:

publicado por Cavalo Alado às 21:28
link do post | comentar | favorito

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30