Sábado, 29 de Setembro de 2007

ROGEL SAMUEL-O Motociclista

Desenho de Roberto Magalhães
ROGEL SAMUEL nasceu em Manaus, a 2 de janeiro de 1943. É ensaísta, poeta e ficcionista. Desde cedo estabeleceu-se no Rio de Janeiro. O seu primeiro poema foi publicado em O Jornal (Manaus) a 1 de fevereiro de 1959. Mas só em 1990 publica Poemas e, em 199l, publica 120 Poemas. Aparece na Lira Amazônica de Anísio Mello (São Paulo, Correio do Norte, 1965) e na Enciclopédia de Carlos Roque. Encontram-se referências a seu respeito na Enciclopédia Literária Brasileira (1990) de Afrânio Coutinho e em livros de Arthur Engrácio. Aparece em A Poesia Amazonense no Século XX, de Assis Brasil (1998). É Professor Adjunto Doutor em Letras na UFRJ, hoje aposentado. Viajou várias vezes pelo Nepal, Austrália, Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, e Espanha.

Os seus poemas e crónicas estão no seu site:
http://www.geocities.com/rogelsamuel

O MOTOCICLISTA

Ele irrompe míssil e libera-se tanático 
Cavaleiro do ferro negro? 
De ameaçadora criança sentença? 
Produto da anti-revolução objetividade? 
Herói ou vítima veloz? Força? 
Ou forma de menino marketing digital ruído? 
Que fizeram de ti, ou sem ti? 
Te perderam ou te estamparam? 
De que insegura agressividade és a vitória? 
De que burrice histórica és a glória? 
Opressor: um trilhão de dólares mortíferos 
disparam no ar sobre milhões de homens doentes e mortos 
-- eis teu sonho ao videogame? 
Sais das trevas de algum segredo 
do incomunicado, ou morrerás 
sozinho na bala da noite? 
Por que, como policial, queres à força ver 
um crime em cada vida? 
uma troca em cada relação? 
Que ávidos saques de prisão 
têm teus inocentes dedos de revólveres 
e de alavancas secretas? 
Que sentes? Ah! A quem amas? 

tags:

publicado por Cavalo Alado às 00:23
link do post | comentar | favorito

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30