Quarta-feira, 9 de Janeiro de 2008

CIVISMO (ainda) EXISTE

“Os amantes das motos

têm seriedade, respeito

e organização como princípios”


O motociclismo organizado surgiu no final da década de 40, logo após a 2ª Guerra Mundial, quando lguns jovens americanos recém saídos da guerra e com poucos recursos financeiros, se juntaram e compraram as motocicletas as Forças Armadas já não necessitavam e saíram em busca de liberdade. Com cerca de 4 mil motos, invadiram a pequena cidade de Hollister, nos Estados Unidos, onde as forças policiais eram muito poucas – cerca de 5 militares – para conquistar a tão sonhada liberdade. A partir daí, esses jovens começaram a organizar-se em estruturas de tipo militar, formando grupos com um mesmo ideal.
Ao contrário daquela imagem pré-estabelecida pela sociedade, em que se julga “motards” como mal-educados e de hábitos duvidosos, os integrantes de motoclubes têm como princípios básicos, liberdade, seriedade, solidariedade, respeito, bondade, obediência às leis, organização e a paixão pelas motos. Há aproximadamente 30 anos, existiam muitos preconceitos para com os motociclistas. Naquela época ainda sobreviviam resquicios da ditadura e o que nós fizessemos era totalmente contra-cultura. Éramos rejeitados pela sociedade; hoje não, a sociedade apoia e faz parte dos nossos movimentos.
Nas concentrações ou reuniões de motoclubes, ao contrário do que muitos pensam, o que impera é a confraternização e a união entre os integrantes. É um momento em que gerações se encontram para trocar experiências e compartilhar uma mesma paixão: o motociclismo.

tags:

publicado por Cavalo Alado às 23:44
link do post | comentar | favorito

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30