Terça-feira, 15 de Janeiro de 2008

Tom Vitoin

000pbe24

http://tomvitoin.com/

000pa60d

Presumo que os apaixonados do motociclismo se revêem nos divertidos episódios em BD desenhados e imaginados por Luís Pinto-Coelho, ele próprio activo "motard".

Tom Vitoín, personagem central da já bem longa série As Odisseias de um Motard - Aventuras e Desventuras de um Motociclista Português, é um dos raros heróis da nossa actual banda desenhada, pormenor que merece ser de realçar, assim como a sua invulgar longevidade.

 

O AUTOR

Luís de Almeida e Vasconcellos Pinto-Coelho nasceu em Lisboa, em 1959. Segundo parece, começou a desenhar ainda nesse mesmo ano, mas, infelizmente, os desenhos mais antigos que ainda existem datam de 1962.

Desde muito cedo começou a fazer Bandas Desenhadas (sem palavras) e logo que aprendeu a escrever introduziu as narrações e diálogos. Todas estas obras continuam inéditas. Em casa utilizava material de desenho e papel Cavalinho mas, quando a inspiração aparecia durante as aulas... havia a esferográfica e o papel de linhas; é claro que os cadernos tinham muito mais desenhos do que apontamentos!

Quando chegou a altura de ir para a Faculdade, entrou para Engenharia, mas logo descobriu que foi por engano... e saíu.
Como já tinha passado a idade de querer ser Astronauta, Egiptólogo e essas coisas, em vez de fazer Banda Desenhada, foi arranjar um trabalho
como as pessoas normais. Assim, durante muitos anos, trabalhou em coisas sérias, como Arquitectura, Design Gráfico e Fotografia. Ocasionalmente até publicou alguns desenhos humorísticos, a ilustrar artigos em Revistas Culturais de duração efémera, manuais de formação profissional e coisas assim.

Aos 24 anos teve uma revelação que lhe mudaria a vida: descobriu a paixão das motos e o seu mundo fascinante. Vendeu um magnífico Autobianchi A112 e comprou uma Yamaha DT125 MX em 2ª mão. Passou a utilizar sempre a moto em todas as deslocações do dia-a-dia e as férias tornaram-se sinónimo de mototurismo. Era emocionante, andar com mau equipamento, à chuva, em ruas calcetadas a fugir aos carris de eléctrico, com pneus de trial... e atravessar Espanha em Agosto numa 125 a 2 tempos daquela época, com a bagagem presa por elásticos... poucos anos depois, ir à Grécia numa XJ750, com veio de transmissão e malas, foi um passeio!

Os seus desenhos em que caricaturava sitações do mundo motociclístico começaram a ser conhecidos no pequeno meio motoclubístico de então, acabando por fazer uma série de desenhos humorísticos para a revista Moto-Jornal. Sempre com o sonho antigo, começou a desenvolver o projecto para uma verdadeira Banda Desenhada sobre o mundo das motos. Foi então convidado pela revista MOTOCICLISMO para criar uma B.D. permanente. Assim nasceu o herói TOM VITOÍN que, todos os meses, desde 1992, ali vive “ AS ODISSEIAS DE UM MOTARD”.

Fonte: http://tomvitoin.com/

  

Albuns Tom Vitoin,

clique para ver capas e 3 pranchas exemplo

(dum total de 44).

       

 

“As Odisseias de um Motard”

Desde 1992, todos os meses, na

Clique no logo - Pranchas Motocliclismo
 a melhor revista de motos!

 

tags:

publicado por Cavalo Alado às 15:25
link do post | comentar | favorito

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30