Quarta-feira, 23 de Maio de 2007

MAS O QUE É AFINAL ESSA COISA DO ‘PERFIL MOTARD’?

  000063qx     

Essa coisa do’Perfil Motard’ afinal não é nada.! Ninguém nasce motrad ou motoqueiro ou pescador ou futebolista ou cozinheiro ou seja lá o que for! Todos somos fruto do que sentimos no mais intimo do nosso ser e daquilo que o meio que nos rodeia faz de nós.

Falando em termos profissionais…existem de facto algumas profissões ligadas directamente ao mundo das duas rodas motorizadas, tais como; Agentes da Autoridade, Bombeiros, Paquetes, Correios, Seguranças…Desportistas…Pilotos de competição!! Estas pessoas que de forma diária e em regime de utilização permanente, muitas vezes de forma contrariada, ou seja sem que sintam aquela paixão que nós motociclistas anónimos sentimos por tão fascinante veículo, se vêem obrigadas a utilizar o motociclo no seu dia a dia, sentem com mais intensidade, por vezes o que é andar de moto e as dificuldades que isso acarreta, do que muitos falsos motards que por ai andam. Lembro aqui duas pessoas que me foram próximas, sendo um deles próximo de todos nós, ao afirmarem que a moto para si era apenas um veiculo profissional…paixão pessoal não tinham! Durante anos essa palavras ecoaram no meu espírito como se de uma torre de Babel em derrocada se tratasse…então afinal não somos todos irmãos de duas rodas!!!? Hoje em dia compreendo essas palavras, não ditas ‘in texto’ mas igualmente proferidas com este sentido, tanto pelo anónimo amigo José Cunha, agente motociclista acidentalmente falecido em serviço quando o trem dianteiro da Honda da GNR que conduzia se partiu…(extranho não é?) como pelo nosso querido Piloto de competição Paulo Marques durante uma entrevista dada a um canal de televisão português em pleno decurso de uma prova do Dakar, ao afirmarem que para si os motociclos eram apenas ferramentas de trabalho!

Não! A nossa posição enquanto apaixonados por este mundo biciclico não pode nem deve ser a de choque perante opiniões destas, mas sim a de respeito e de compreensão por todos aqueles que muito honestamente se definem! Que bom seria que todos, de uma forma ou de outra, se definissem de uma vez por todas naquilo que diz respeito a este mundo dos motociclos! Teríamos então políticos mais próximos de nós e não os encontraríamos apenas na Concentração Anual de Faro ou Góis, um ou dois dias por ano a dizer: ‘Olha pá eu também sou motard, vota em mim!’

Nem teríamos sequer aqueles nossos amigos ou familiares, a quem tanto queremos que se ‘motorizam’ uma vez por ano para se deslocarem a este tipo de eventos. Afinal, e é apenas a minha opinião, gosto mais de estar com saiba respeitar esta condição de ser motociclista, do que com proprietários de moto de ocasião que entram e saem do meio quando mais ou menos lhes convém.

Por mim e para mim serão sempre mais bem vindos todos aqueles que mostrem admiração, compreensão, amor, paixão e dedicação, mesmo não tendo a oportunidade de possuir uma moto ou de participar em eventos motociclisticos, do que aqueles que à nossa custa, quando dá mais jeito e só porque fica bem nesse dia se lembram do maqinão que têm na garagem, vestem o colete impecável e ridiculamente novo, saltam para a garupa do motociclo a infringir tudo quando são regras do código da estrada e chegam onde chegam e dizem: Ganda motard eu sou, car….ho!

Afinal de contas o que significa ter ou não ter PERFIL MOTARD!?


publicado por Cavalo Alado às 21:13
link do post | comentar | favorito

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30