Quarta-feira, 2 de Abril de 2008

Primeiro Campeonato do Mundo

CAMPEONATO DO MUNDO

DE MOTOCICLISMO 1949

(O primeiro Campeonato)

No dia 17 de Junho de 1949, numa tarde chuvosa de sábado, começou a maior competição de motos do mundo. Os pilotos da categoria 250cc apresentaram-se  primeiro no grid de largada. O circuito utilizado foi o do famoso Tourist Trophy, o TT, com 60 quilómetros de extensão. A corrida foi disputada em 7 voltas.

29 Concorrentes alinharam mas apenas 13 conseguiram completar a prova. A vitória histórica ficou com o irlandês Manliff Barrington, que pilotou uma Moto Guzzi italiana. Nas 500cc, disputada no dia seguinte, a corrida contou com a participação de 59 pilotos, 35 deles cruzaram a linha de meta, e a vitória ficou com o inglês Harold Daniell, que pilotou uma Norton. Os adeptos locais deliraram com a primeira vitória de uma dupla britânica na abertura do primeiro campeonato mundial em todos os tempos.

Nello Pagani venceu a prova de 125cc numa Mondial

Em 2 de julho, mais uma vez os pilotos da 250cc alinharam para competir, desta vez na cidade de Berna, que realizava o 1o Grande Prêmio da Suíça, num circuito misto de estrada e ruas, com 7,2 km de extensão. 16 pilotos largaram e 13 completaram a corrida, e o vencedor foi o italiano Bruno Ruffo, também da Moto Guzzi. Nas 500cc, no domingo, mais Inglaterra na cabeça, com Leslie Graham e sua AJS que passa a liderar o campeonato. Nesse mesmo dia, mais uma novidade da primeira temporada do mundial de velocidae, as rápidas e levíssimas 125cc entraram na pista pela 1ª vez na história. A vitória ficou com o italiano Nello Pagani, que pilotou uma italianíssima Moto Mondial.

O público gostou tanto das corridas que no fim de semana seguinte os ases do asfalto largaram novamente, desta vez na mitológica Assen, o Templo da Motovelocidade, uma pista sensacional de 16,5 km de extensão pelas estradas e ruas holandesas. Pagani chegou, viu e venceu novamente nas 125cc, aproximando-se do título mundial. Nas 250 venceu o inglês Michael Cann, da Moto Guzzi, e nas 500cc, uma surpresa, o Nello Pagani arranjou uma Gilera emprestada e deu uma abada na AJS de Graham, tornando-se o 1o piloto a vencer em 2 categorias do mundial

Nello Pagani, vence novamente em 125cc e com uma Gilera emprestada vence a classe de 500cc


Mais sucesso, mais público e mais corridas, da Holanda os pilotos foram para a Bélgica, a terra do motocross sediou a 4a etapa do mundial, em Spa – Francorchamps, outro lugar lendário para os desportos motorizados, com uma pista de 14,5km por volta. As 125cc não andaram em Spa, facilitando a vida de Pagani, mas desta vez quem venceu foi o britânico Bill Doram, da "equipe oficial" AJS. O italiano chegou em 5o e manteve a luta pelo título nas 2 categorias. Nas 250cc, os pilotos ficaram chateados com a falta de apoios e não correram.

A corrida decisiva do mundial seria em Belfast, com o GP da Irlanda. Leslie Graham deixou os italianos para trás e venceu nas 500cc, com Pagani em 3o e Doram em 5o . Nas 250cc, Cann venceu novamente, mas Ruffo foi o 2o e manteve a liderança do mundial As 125cc ficaram de fora novamente, e o pequeno mas apaixonado circo do 1o campeonato mundial de velocidade juntou forças para decidir os títulos no GP das Nações, num dia só, o domingo, 04 de Setembro, no famoso Autódromo de Monza, que na época tinha 6,300 mts de extensão.

16 Pilotos largaram nas 125cc, e 13 terminaram a corrida. Como se esperava, os italianos fizeram festa, com os 5 primeiros colocados no pódio. Gianni Leoni da Mondial venceu, mas quem vibrou mais foi o Nello Pagani, que com a 5a posição chegou aos 27 pontos e tornou-se o primeiro campeão mundial da história do motociclismo.

Nas 250cc foram 19 pilotos lutando pela vitória em 24 voltas, e no final, mais 5 italianos no pódio, todos com motos nacionais. Dário Ambrozini venceu a prova mas o título ficou com o regular Bruno Ruffo, piloto da Moto Guzzi, que somou 24 pontos na temporada, incluindo o descarte do pior resultado.

Nas 500cc, a corrida mais esperada do dia, e a torcida aplaudiu de pé o duelo das Gileras 500cc do campeão das 125cc Nello Pagani contra o amigo Artesiani, que cruzou em 2o a 8 décimos do vencedor. Doran foi o 3o, depois Leoni (também das 125cc) e Bertachinni. Mas o descarte foi cruel com Pagani, que teve que jogar fora 12 pontos contra apenas 1 do britânico Leslie Graham, que acabou se sagrando campeão das 500cc por uma diferença de 2 pontos. A AJS venceu entre os construtores, o mesmo acontecendo com a Moto Guzzi nas 250cc e a Mondial nas 125cc.


Daquela tarde de Setembro até hoje, Janeiro de 2002, mais 54 títulos mundiais de motociclismo foram parar nas mãos dos pilotos italianos, são 22 nas 125cc, 20 nas 250cc e 14 nas 500cc, inclusive o de Valentino Rossi em 2000. Parabéns para eles!!!

Robert Leslie (Les) Graham (4 de Setembro de 1911 - 12 de Junho de 1953) foi um motociclista britânico que competiu nos anos 1930 e 1940. Ele foi o campeão inaugural da MotoGP em 1949, na época denominada de 500cc.


publicado por Cavalo Alado às 00:58
link do post | comentar | favorito

Abril 2013

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30